RS RSS Rural - Agricultura Estrela

Programa de Gestão Sustentável da Agricultura Familiar é tema de tarde de campo em Estrela

Bovinos de Leite foi o tema da tarde de campo (Foto: Divulgação)

A Emater/RS-Ascar de Estrela realizou na quinta-feira (12), na propriedade do agricultor Aldair Lenhard, da localidade de São Luiz, uma tarde de campo sobre o Programa de Gestão Sustentável da Agricultura Familiar (PGSAF). Com o tema “Bovinos de Leite”, a atividade contou com estações onde foram discutidos temas, como, qualidade da semeadura de pastagens, disponibilidade de pasto, dimensionamento de piquetes, produção para o autoconsumo e uso do carneiro hidráulico para a captação e distribuição da água para os animais, entre outros.

O objetivo da tarde de campo – ação que, até o final do ano, deverá ser realizada em todos os 55 municípios dos vales do Caí e Taquari que integram o Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Lajeado -, é o de compartilhar experiências e conhecimentos técnicos que estão sendo desenvolvidos na propriedade, a partir da adoção desta política pública. “O programa visa a coletar indicadores sobre a evolução das condições sociais, econômicas e ambientais dos estabelecimentos assistidos”, comenta o gerente regional da Emater/RS-Ascar, Marcelo Brandoli.

Brandoli salienta que ações relacionadas à utilização dos recursos naturais, a racionalização da mão de obra, ao uso de insumos, à qualificação do saneamento básico rural, ao aumento da renda dos agricultores e à incorporação de mudanças tecnológicas, tem sido trabalhadas com cerca de 40 mil famílias gaúchas. O anfitrião da tarde elogia a iniciativa, já que acredita que o acesso a um maior número de informações, aliado ao conhecimento das novas tecnologias, serve de motivação para o agricultor. “Uma tarde como esta representa um ganho para todos nós”, avalia.

Aldair retornou para o campo há seis anos, após mais de 20 anos trabalhando na cidade – na indústria e no comércio. De lá para cá, participou de cursos, capacitações, oficinas, seminários e dias de campo com a intenção de se qualificar. “No começo minhas vacas produziam 10 ou 12 litros de leite ao dia e, hoje, chegam a 20”, destaca. Cuidados relacionados a dieta dos bovinos de leite, a higiene na hora da ordenha e ao melhoramento genético estão relacionados a esta mudança. “Algo que sem uma boa assistência técnica, muito provavelmente eu não conseguiria”, finaliza.

Texto: Ascom Emater/RS-Ascar – Regional de Lajeado