Economia Destaques Estrela

Programa Junior Achievement – Startup chega a Estrela

Reconhecido mundialmente, programa para desenvolvimento do espírito empreendedor contará com a participação de 45 jovens oriundos de escolas públicas de Estrela

“Como se constitui uma empresa?” “Quais os processos, as perspectivas de mercado, meios e ferramentas para criar empreender?” “Quais limitações ou possibilidades?” Essas são apenas algumas perguntas que o tradicional Programa Junior Achievement (JA) buscará instigar e desenvolver junto a jovens alunos oriundos de escolas públicas. Em uma ação do Governo de Estrela, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Inovação e Sustentabilidade (Sedis), o projeto chega em Estrela e qualificará 45 estudantes a partir desta segunda-feira (07). O curso, que possui carga horária de 15 horas ao longo de quatro semanas, está sendo disponibilizado aos jovens da rede pública de forma gratuita, subsidiado pela Fundação Casas Bahia, parceira da JA. Realizado virtualmente através de plataforma digital, oferecerá certificado e possíveis premiações para os melhores projetos elaborados a partir do curso.

A JA é a maior e mais antiga organização de educação prática em negócios, economia e empreendedorismo para jovens, do mundo. Fundada em 1919, nos EUA, tem como objetivo despertar o espírito empreendedor nos jovens em idade escolar. Está presente em centenas de países e em todos os estados do Brasil. De acordo com o titular da Sedis, Rodrigo Kich, que já foi um aluno e também advisor/orientador da JA, o programa oportuniza aos estudantes o contato e o consequente aprendizado de modernos conceitos de empreendedorismo, ao apresentar ferramentas (hacks) úteis na criação de modelos de negócios. “Nosso propósito ao trazer o JA para Estrela é o de fortalecer nossa comunidade, com um olhar especial para o desenvolvimento pessoal e profissional de jovens”, explica. “Por meio de projetos como o JA – Startup, queremos ampliar as perspectivas profissionais para nossos jovens, apresentando conceitos utilizados por empresas como Google, Uber e AirBnB. Ao apresentar atitude empreendedora, queremos qualificar nosso capital humano para que todos tenham acesso a um trabalho digno e de remuneração justa”, enfatiza o secretário municipal.

O módulo “Startup” é uma reformulação dos tantos que o JA desenvolveu ao longo dos anos e está mais focado nos atuais mercados disruptivos. Participarão deste primeiro módulo 45 alunos de escolas municipais e estaduais que se inscreveram através do programa Balcão de Qualificação, lançado pelo Departamento do Trabalho da Sedis no último dia 1º de Maio – Dia do Trabalho e responsável por constantes ações com objetivo de qualificar o capital humano do município de Estrela. Como detalha Guilherme Schneider, coordenador do departamento, trata-se de uma oportunidade ímpar para os jovens estrelenses buscarem alternativas nestes mercados contemporâneos, também projetarem carreiras e alavancarem empregos. “Os modernos mercados utilizam tecnologias e necessitam de profissionais qualificados para determinadas áreas, as quais o curso aborda. É uma porta que se abre para jovens daqui buscarem uma atualização com estas demandas que o mercado de trabalho necessita, e nem sempre encontra. É uma forma de oportunizar a estes jovens e futuros profissionais, o conhecimento sobre diferentes segmentos aos quais estão acostumados, novas possibilidades, ao serem apresentados a conceitos e ferramentas que despertem o seu interesse para o novo, para novas profissões e, ao mesmo tempo, contribua para alavancar sólidas carreiras no futuro”, completa.