Segurança Lajeado

Programa Lajeado Socioemocional é apresentado para escolas estaduais e privadas

Tamara apresentando Lajeado Socioemocional para representantes escolas

O Programa Lajeado Socioemocional, parte integrante do Pacto Lajeado Pela Paz, foi apresentado nesta terça-feira (09/07) para escolas públicas estaduais e privadas. O objetivo do encontro, realizado na sede do Ministério Público a convite da Promotoria, é sensibilizar mais redes escolares do município para que possam se incorporar ao projeto. Participaram da reunião o promotor Sérgio Diefenbach e, por parte da prefeitura, o prefeito Marcelo Caumo, a vice-prefeita Gláucia Schumacher, e a secretária de Educação (SED), Vera Plein. O programa foi detalhado a representantes das escolas e também a coordenadores da 3ª Coordenadoria Regional de Educação (3ª CRE).

A apresentação foi feita pela consultora Tâmara Soares, do Instituto Cidade Segura, ONG que atua na área da segurança pública contratada pela Prefeitura de Lajeado para apoiar a condução do Pacto. Conforme Tâmara, foi realizado um diagnóstico do território de Lajeado, no qual se identificou regiões onde a violência está mais evidente. Baseada nesta e em outras evidências científicas, o Programa Lajeado Socioemocional buscará, com foco em fatores comportamentais dos alunos, trabalhar nas crianças e adolescentes da rede municipal questões individuais para atuar na prevenção do crescimento da violência dentro das escolas e, por consequência, na comunidade. A ideia agora é ampliar o alcance da ação para outras escolas, além das municipais.

“Se melhorarmos as estatísticas relacionadas aos alunos que concluem o Ensino Fundamental em nossas escolas já estaremos dando um grande passo na redução da violência no futuro”, afirmou a consultora. Segundo ela, o Programa Lajeado Socioemocional prevê a capacitação de servidores municipais,professores e monitores de escolas e abrange também profissionais das secretarias de Saúde (Sesa) e da Assistência Social (Sthas), que terão a missão de preparar alunos e jovens para a tomada de decisões que, no futuro, ajudarão a prevenir a violência, afastando-os de comportamentos de risco.

Anfitrião do encontro, o promotor Sérgio Diefenbach comemorou a iniciativa da Prefeitura de Lajeado em estender a abrangência do Programa Lajeado Socioemocional para as demais redes de ensino do município, contemplando não somente escolas municipais, mas também estaduais e particulares. “O descompasso entre uma rede e outra muitas vezes prejudica a evolução de iniciativas que, neste caso, não existirão em função da sensibilidade que a prefeitura está tendo para conduzir o Pacto Lajeado pela Paz”, afirmou o promotor.

 

Saiba mais

O Pacto pela Paz já está em desenvolvimento em cidades com Pelotas, Niterói (RJ) e Fortaleza e outras 20 cidades da região metropolitana do Ceará. Com base em metodologia baseada em evidências (comprovação dos efeitos e do resultado das ações), o projeto atua em ações para prevenir a violência desde a gestação da criança até ações voltadas a jovens com comportamento violento. O objetivo é agir antes para prevenir problemas mais graves no futuro. Em diferentes encontros, o projeto já foi apresentado para autoridades municipais e estaduais, lideranças comunitárias, diretores e coordenadores de escolas de Lajeado, coordenadores de cursos da Univates, bem como para líderes de organizações religiosas. A ideia é que a cultura de paz só se desenvolverá com a participação e engajamento de toda comunidade. O Pacto Lajeado Pela Paz foi lançado em evento no dia 10 de junho. Para saber mais sobre o Pacto, acesse www.lajeado.rs.gov.br/pacto

 

 

Texto e foto: Rafael Scheeren Grün
Assessoria de Imprensa de Lajeado