Arroio do Meio Eventos Destaques

Programação especial marca o aniversário de oito anos do convênio entre cidades-irmãs

Uma programação especial evidenciada por histórias, lembranças, exposição fotográfica e homenagens celebrou os oito anos da assinatura do convênio entre as cidades-irmãs de Arroio do Meio e Boppard, na Alemanha. A solenidade organizada pelo Círculo de Amigos de Boppard foi realizada na sexta-feira, 06, na Praça Flores da Cunha, com a colocação de uma placa alusiva à parceria entre as duas cidades.

As duas cidades firmaram convênio de parceria em 2013 com o intuito de estimular a troca de vivências culturais, sociais e econômicas. Anualmente, em regime de alternância, ocorre um intercâmbio de jovens, composto de nove participantes com idade de 16 a 23 anos, mais um coordenador responsável pelo grupo.

O evento contou ainda com a presença de autoridades, integrantes do Círculo de Amigos de Boppard, jovens que realizaram o intercâmbio cultural e de famílias que hospedaram jovens alemães. Na ocasião também teve a apresentação da banda da Associação Cultural e Musical de Arroio do Meio – Schtena Big Band, com o maestro regente Paulo Roberto Haas e com participação especial do maestro Martin Altevogt.

Presidente do Círculo de Amigos, Eneida Führ Kuhn, relembrou a história do convênio, iniciativa que partiu do sonho de algumas pessoas que tiveram a ideia de firmá-lo, como forma de promover a troca de vivências culturais. “Celebramos hoje oito anos deste convênio tão bem-sucedido e prestigiado. De 2014 a 2019 foram para Boppard três grupos de jovens arroio-meenses e recebidos no município três grupos de jovens alemães. As atividades tiveram que ser interrompidas em virtude da pandemia, mas esperamos retomá-las em 2022”.

Ressaltou ainda que Arroio do Meio é um dos 10 municípios do Rio Grande do Sul que possui este tipo de convênio de cidades-irmãs. Conforme Eneida, alguns municípios têm o convênio, mas não o intercâmbio de jovens.

Também integrante do Círculo de Amigos, Dulci Zimmer relatou aos presentes a convivência com as famílias hospedeiras, a ideia do intercâmbio e curiosidades da primeira viagem a Boppard realizada pelo grupo que lançou a ideia. “Gratidão é a palavra que resume o que sentimos pelas pessoas que apostaram na iniciativa. Este intercâmbio possibilita integração e conhecimento cultural para os jovens”.

Várias homenagens também foram prestadas na solenidade com a entrega de um certificado aos pioneiros da primeira viagem para Boppard, para o primeiro presidente do Círculo de Amigos e primeira secretária, Euclides Scheid e Angelica Diefenthaler. Roque Danilo Bersch e Ruy Dagoberto Bersch, além dos certificados, receberam uma placa especial.

                O prefeito Danilo Bruxel parabenizou a cada um que teve a iniciativa e que participou deste intercâmbio. Destacou que a Administração seguirá sendo parceira, incentivando e motivando para que este projeto tenha continuidade. “Aos jovens que tiverem essa oportunidade, façam esse intercâmbio. Parabenizo ainda a todos que fazem parte do Círculo de Amigos, que continuem fazendo este trabalho, podem ter certeza que vocês terão o apoio da Administração nos próximos quatro anos”.

Para finalizar os idealizadores Ruy Dagoberto Bersch e Roque Danilo Bersch fizeram uso da palavra. Visivelmente emocionados, revelaram estarem muito felizes com a proporção que este convênio tomou. “Para mim é uma satisfação muito grande ter participado deste evento ao lado do Roque e das demais pessoas aqui presentes. Satisfeito por lançar esta ideia, plantar a semente e ver que ela vingou. Certamente o futuro deste convênio vai depender dos nossos jovens que devem continuar se empenhando para que este intercâmbio progrida”, destacou Ruy.

Já Roque enfatizou as palavras do primo, frisando que sua maior emoção vem pelo expressivo número de pessoas presentes no evento, conhecendo e abraçando a ideia do intercâmbio. “O espírito deste projeto é justamente de colocar ao alcance da juventude o contato com terras distantes e culturas diferentes para que criem uma cultura de entendimento”. Para ele, a parceria com Boppard pode ser ampliada em duas direções. Uma delas seria criando parcerias com outros países do mundo, como da América Latina, por exemplo, assim como com os países que compõem as diferentes etnias que estão construindo Arroio do Meio. O segundo movimento de ampliação seria de que o intercâmbio com a cidade alemã seja alargado para diferentes segmentos.

Durante o mês de agosto as fotografias evidenciadas na programação e demais registros fotográficos continuarão em exposição na Casa do Museu.

Depoimentos de quem participou do intercâmbio

A comemoração dos oito anos de convênio foi marcada também pelo depoimento de quatro jovens que realizaram o intercâmbio na cidade de Boppard. Leonardo Gräf, Felipe Meneghini Frehlich, Luísa Kraemer Kölzer e Fernanda Schmitz relataram suas experiências sobre a viagem.

Todos frisaram que foi uma das melhores experiências que tiveram e que mais pessoas deveriam ter a oportunidade de fazer este tipo de intercâmbio e conhecer uma nova cultura. “O crescimento cultural é impagável”, afirma Felipe Meneghini Frehlich.