Habitação Obras Paverama

Projeto de Habitação Popular completa um ano de obras e contemplados visitam suas residências pela primeira vez

As visitas ocorreram de forma organizada onde os moradores foram divididos em grupo para conhecer sua futura residência.

Neste mês de junho as obra do Loteamento Popular Morada Bonita, do Bairro Morro Bonito completam um ano. Nestes 12 meses as 50 casas estão com 52% de obras concluídas.

Para celebrar a data, em ação organizada na manhã do último sábado, os moradores puderam pela primeira vez conhecer suas casas, ver o andamento das obras e esclarecer dúvidas em relação ao andamento do projeto.

O Prefeito Vanderlei Markus abriu a atividade de forma oficial saudando os presentes e destacando a importância de ações como esta, que servem para orientar os contemplados. “Foram 50 famílias contempladas, pedimos que todos sigam fazendo aquilo que forem orientados, pois toda a avaliação é realizada pela Caixa, se alguns não cumprirem os requisitos, podem ser penalizados. Por isso estamos aqui hoje, para seguir orientando, trazendo informações verídicas para não haver nenhum atrito. Isso que está ocorrendo aqui é fruto do trabalho de muitas pessoas” destacou o Chefe do Executivo.

A Coordenadora do CRAS, Sandra S. Lorenzetti Roloff destacou o trabalho realizado para que este projeto fosse possível ser realizado em Paverama. “ Houve um empenho enorme da Administração Municipal para que este projeto se tornasse realidade. Hoje estamos muito felizes por ver estas 50 casas em processo de construção. Destaco também a importância da participação dos beneficiários no Trabalho Técnico Social promovido pela Entidade Organizadora, que tem como objetivo levar mais conhecimento para o grupo, desenvolver o espírito coletivo, além de desenvolvimento de habilidades.”

O Presidente da AMBSR, associação responsável pela construção da obra, José Vilmar Costa da Silva, destacou a importância da obra na vida das pessoas. “Vocês estão de parabéns, em breve terão suas casas, com uma escola e a construção de uma creche que já está em andamento, vocês foram abençados, aproveitem” disse.

Após as explanações os moradores puderam conhecer suas residências. As 50 casas já foram concretadas e estão recebendo o teclado, algumas inclusive já estão recebendo a colocação de azulejos. A visita foi conduzida pelo engenheiro da entidade, Felipe Scapini Alles, que apresentou uma das casas do loteamento como modelo aos moradores, mostrando as dimensões dos cômodos, os acabamentos dos pisos e azulejos cerâmicos e esclarecendo dúvidas que os moradores possuíam quanto as partes hidráulicas e demais acabamentos que serão aplicados nas residências.

Bastante emocionado, um dos contemplados, Gelson Krabbe, observava a sua futura residência, com os olhos marejados falou sobre a emoção que sentia no momento. “Para mim é a realização de um sonho, lutei muito tempo e finalmente eu consegui. A emoção é muito grande, esperamos que fique pronto logo e que todos fiquem satisfeitos” destacou.

Kellen Luiza Maliszewski, uma das contempladas, veio acompanhada de seu marido conhecer a sua casa e destacou a importância do Minha Casa, Minha Vida, para a vida do casal. “Este projeto está sendo muito vantajoso, pois é um grande crescimento para o município de Paverama, no qual estamos tendo a oportunidade de ter a nossa casa própria por um valor acessível. Se não fosse este projeto nós não iriamos conseguir realizar este sonho. Então, é muito gratificante poder ver este sonho ser realizado, que é a nossa casa. Só temos a agradecer a todos que de uma forma ou de outra estão trabalhando neste projeto”.

As residências constam de sala de estar, cozinha, dois dormitórios, Varanda frontal, área de serviço e o banheiro. Estão sendo construídas 50 casas populares com investimento de R$ 3.375.000.00 além da área adquirida pela Administração Municipal de Paverama. A obra iniciou no dia 11de junho de 2018 e tem previsão de término para o dia 20 de abril de 2020.

 

 

Jêison Lauri da Rosa – Assessoria de Imprensa e Comunicação.
Prefeitura Municipal de Paverama.