Meio Ambiente Destaques Lajeado

Projeto Lajeado Mais Verde faz plantios nas transversais da Júlio de Castilhos

Novas mudas de árvores próprias para arborização urbana foram plantadas nesta segunda-feira (22/07) em vias transversais à Rua Júlio de Castilhos. O plantio, que integra o projeto Lajeado Mais Verde, tem como objetivo ampliar a cobertura vegetal na área central, respeitando as limitações de espaço e buscando plantas que não prejudiquem calçadas e fiação para que possam ter vida longa nas vias.

As mudas, já medindo entre 1,5m e 3m de altura, foram colocadas nas vias Carlos Von Kozeritz, Saldanha Marinho e Pinheiro Machado, nas quadras junto à rua principal da cidade. Uma equipe de técnicos da Prefeitura, formada por profissionais das secretarias do Meio Ambiente e de Obras e do Departamento de Serviços Urbanos atuou no local. Conforme a engenheira florestal da SEMA, Sabrina Marques Wolf, as mudas plantadas são Acer (Acer Palmatum), Cerejeiras do Japão (Prunus sp.) e Murta de Cheiro (Murraya paniculata).

– Desde o início deste projeto, em setembro de 2017, já foram plantadas mais de 1.100 mudas em áreas públicas do município. Nossa ideia é ampliar o número de árvores especialmente em áreas mais urbanizadas para melhorar o embelezamento da cidade e criar um ambiente mais agradável no verão, já que nossa cidade é bastante quente. O trabalho segue, e contamos com a ajuda da comunidade para ajudar a conservar as árvores – disse a vice-prefeita Gláucia Schumacher, que coordena o projeto.

Saiba mais

O Lajeado Mais Verde tem o objetivo de promover e incentivar a arborização urbana responsável, que implica tanto o manejo adequado das plantas existentes quanto o plantio de novas mudas. Como parte deste manejo adequado, pode ser necessária a poda ou mesmo a supressão de árvores. Neste caso, é necessária a autorização prévia do poder público. Técnicos da Sema fazem a avaliação das condições da planta antes de permitir qualquer mudança na sua estrutura. Sempre que uma planta deste tipo é retirada, o responsável tem a obrigação de compensar as árvores retiradas com novos plantios, o que ajuda a manter a cobertura verde do município. Mesmo em árvores retiradas da via pública, a mesma reposição é exigida, e o próprio poder público também é obrigado a fazer a compensação.

 

 

Fotos: Layana Schnack
Assessoria de Imprensa de Lajeado