Região RSS Eventos Destaques

Projeto “Transformando pedras em pérolas” inicia na próxima segunda-feira

Juíza Jacqueline Bervian destaca que muitos casos poderiam ser resolvidos apenas com uma conversa (Foto: Elisangela Favaretto)
Juíza Jacqueline Bervian destaca que muitos casos poderiam ser resolvidos apenas com uma conversa (Foto: Elisangela Favaretto)

O Judiciário e o Ministério Público da Comarca de Encantado iniciam na próxima segunda-feira (02), o Projeto Transformando Pedras em Pérolas. O objetivo da atividade é despertar os jovens estudantes para seu potencial de transformação pessoal, melhoria na qualidade de vida, desenvolvimento e aprimoramento de suas relações familiares/sociais, aumento das perspectivas profissionais a partir de reflexões e dinâmicas interativas sobre o desenvolvimento de autoestima, engajamento emocional e mental assertiva e aprendizado dos conceitos essenciais da inteligência emocional.

Segundo a juíza Jacqueline Bervian, a ideia surgiu dentro das salas de audiência, onde perceberam que muitos casos poderiam ser resolvidos apenas com uma conversa. Para ela, a falta de comunicação entre as pessoas, principalmente na família, é motivadora de vários conflitos, que poderiam ser evitados com mais diálogo.

“Nós queremos auxiliar as famílias para que consigam pensar em como se comunicar melhor, se expressar dentro de casa. Uma ideia simples, pensada com carinho, que busca dar alento para os professores e estudantes, auxiliando as famílias na educação”, comenta a magistrada.

O projeto foi apresentado para todos os Secretários de Educação dos sete municípios que fazem parte da Comarca de Encantado. O nome “Transformando Pedras em Pérolas” foi criado pela médica psicoterapeuta, Silvana Leonel. A profissional, que já realiza trabalhos assim em outras cidades do estado, ministrará todas as palestras.

Promotor André Prediger ressaltou a importância da comunidade aderir ao projeto (Foto: Elisangela Favaretto)
Promotor André Prediger ressaltou a importância da comunidade aderir ao projeto (Foto: Elisangela Favaretto)

Conforme o promotor André Prediger o sucesso do projeto vai depender do engajamento da comunidade. “Em Encantado nós fazemos parte de uma comunidade extremamente perigosa, onde tudo vira processo. Somos a segunda comarca do estado com o maior número de processos. O projeto só vai gerar resultado positivo se a comunidade aderir”, conclui o promotor.

A atividade conta com o apoio da ACI-E, ONG Parceiros Voluntários, secretarias de Educação e da 3ª Coordenadoria Regional de Educação.  “Nós percebemos uma desintegração familiar. Em virtude disso, é fundamental que todos apoiem e valorizem este grande evento”, acrescenta o presidente da Associação Comercial e Industrial de Encantado (Aci-e), Marcos Tonin,

Roteiro de palestras
A iniciativa contempla a realização de palestras nos municípios de Anta Gorda, Doutor Ricardo, Encantado, Muçum, Relvado, Roca Sales e Vespasiano Corrêa. Confira o roteiro:

02 de outubro:
14h30min: Palestra Inteligência Emocional para os alunos do Projeto Tribos, no Auditório Brasil do Centro Administrativo.
19h30min: Palestra Inteligência Emocional para a comunidade, no Auditório Itália do Centro Administrativo. Esta atividade é aberta para toda a comunidade. Para participar é necessário levar um quilo de alimento não perecível ou um litro de leite.

03 de outubro:
8h: workshop para professores que pertencem aos sete municípios da Comarca, no Auditório Itália do Centro Administrativo.

04 de outubro:
9h: Palestra em Doutor Ricardo e Relvado para os alunos do ensino médio, no Centro Administrativo.
19h: Palestra em Anta Gorda para os alunos e professores do ensino médio, no Auditório da Escola Sagrado Coração de Jesus.

05 de outubro:
9h: Palestra em Muçum para os alunos do ensino médio, na Câmara dos Vereadores.
19h: Palestra em Vespasiano Corrêa, para os alunos do ensino médio, na E.E.E.M. Vespasiano Corrêa.

06 de outubro:
8h: Palestra em Roca Sales, para os alunos do ensino médio, no Salão de Atos do Colégio Scalabriano São José.
10h: Palestra em Encantado, para os alunos do ensino médio, no Auditório Itália do Centro Administrativo.

Texto: Portal Região dos Vales