Região RSS Destaques Geral

Quando e como usar o cheque especial

Cheque especial: Limite de crédito, se usado de forma consciente e correta, pode ser uma alternativa para aqueles momentos emergenciais de seu orçamento ou mesmo para aproveitar uma oportunidade de um bom negócio (Foto: Divulgação)
Cheque especial: Limite de crédito, se usado de forma consciente e correta, pode ser uma alternativa para aqueles momentos emergenciais de seu orçamento ou mesmo para aproveitar uma oportunidade de um bom negócio (Foto: Divulgação)

Sabe aquele momento em que surge uma oportunidade imediata de um bom negócio ou mesmo aquelas despesas inesperadas que não tem como adiar? Nessa hora ter um limite de crédito de cheque especial disponível pode ser um importante aliado para sua vida financeira.

É difícil não conhecer alguém que nunca tenha necessitado usar o cheque especial, mas para que esta modalidade de crédito não se torne uma dor de cabeça e sim uma opção para seu fluxo financeiro é importante entender que este limite não deve ser utilizado como rotina e sim como um suporte para eventual necessidade.

O conceito do cheque especial ou limite especial é simples. É um contrato automático entre a instituição financeira e seus clientes para que eles tenham sempre disponível em suas contas correntes um valor determinado de dinheiro para usarem quando e como quiserem. Hoje em dia, em razão das diversos canais disponíveis, não é necessário ter talão de cheques para ter um limite de cheque especial. Caso seja utilizado, o valor a ser devolvido será acrescido de juros e encargos bancários.

Conforme dados disponíveis no site do Banco Central do Brasil, a média das taxas de juros praticadas pelos principais bancos do país foi 12,4% ao mês no início de junho.

Embora o Sicredi Região dos Vales pratique uma das menores taxas de juros do mercado (5,9% ao mês) – e sem reajuste há um ano – o gerente do Sicredi Encantado, Fábio Pretto, reforça que o produto deve ser usado pontualmente e não como uma rotina. “O limite de cheque especial é recomendado para ser utilizado em casos específicos e por um período curto de tempo. Se o cheque especial começar a ser usado de forma contínua, o melhor é conversar para avaliar seu fluxo financeiro ou verificar uma opção mais adequada a sua necessidade, como por exemplo, um crédito pessoal”, aconselha Fábio.

Controlar o período das despesas e das receitas também é um grande aliado para a organização financeira. Muitas vezes, o descasamento entre os dias em que você recebe o salário, por exemplo, e os pagamentos das contas que você precisa fazer não correspondem, gerando um desajuste no seu orçamento.

Texto: Ascom Sicredi