RSS Obras Santa Clara do Sul

Reunião debate duplicação da ponte de São Bento

Schmidt (e) e Herrmann (d) se reuniram com o diretor-geral do Daer, Ricardo Nuñez (c) (Foto: Divulgação)
Schmidt (e) e Herrmann (d) se reuniram com o diretor-geral do Daer, Ricardo Nuñez (c) (Foto: Divulgação)

O projeto de duplicação da ponte sobre o Arroio Saraquá, em Lajeado, foi tema de reunião com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), em Porto Alegre, na semana passada. O prefeito de Santa Clara do Sul, Inácio Herrmann; o secretário de Administração e Planejamento, Eduardo Johann e o engenheiro Samir Battisti participaram do encontro junto com uma comitiva do governo de Lajeado liderada pelo prefeito Luis Fernando Schmidt.

Entre os assuntos debatidos com o diretor-geral do Daer, Ricardo Nuñez, esteve a viabilidade de a obra ser concretizada. A proposta da administração de Lajeado é de ajudar no custeio da duplicação da ponte tendo em vista a crise financeira pela qual passa o estado. O prefeito de Santa Clara do Sul, Inácio Herrmann, salienta que a obra também interessa a administração municipal levando em conta os benefícios que traria à população do município, que utiliza a ERS-413 de maneira intensa.

De acordo com os representantes do Daer, a realização da obra depende da melhora na arrecadação do estado no que se refere à Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), imposto que incide sobre a importação e a venda de gasolina, diesel e respectivas correntes, cujos recursos podem ser aplicados em infraestrutura de transportes.

Em junho, durante encontro do G8 realizado em Forquetinha, o Executivo santa-clarense já havia entregue um ofício ao secretário estadual de Transportes e Mobilidade, Pedro Westphalen, no qual o município solicita atenção especial para a duplicação da ponte e para a construção de um viaduto na ERS-130, no trevo situado próximo à Brasil Foods.
Herrmann salienta que tais demandas mobilizam o governo de Santa Clara do Sul, mesmo elas sendo de competência do estado e estando localizadas em território lajeadense. “Nosso objetivo é que a população santa-clarense, as pessoas que nos visitam e a comunidade regional tenham uma boa estrutura viária, em especial com condições seguras de trafegabilidade”.

Texto: Ascom Santa Clara do Sul