Segurança RS RSS Santa Clara do Sul

Reunião debate segurança no município

Encontro teve a participação de representantes de conselhos municipais e de responsáveis pela segurança pública do Vale do Taquari (Foto: Rafael Simonis)

Com o objetivo de aproximar líderes locais dos responsáveis pela segurança pública do Vale do Taquari e discutir estratégias para combater a criminalidade no município, o governo municipal promoveu um encontro entre os representantes dos conselhos de segurança de Santa Clara do Sul, a Brigada Militar e a Polícia Civil. A reunião ocorreu na manhã desta segunda-feira, no Centro Administrativo.

O aumento de crimes relacionados ao consumo e venda de drogas foi um dos assuntos discutidos. O prefeito Paulo Kohlausch ressaltou a importância de haver ações mais enérgicas de repressão à drogadição, que tem sido um dos principais motivadores de delitos no município. Também frisou a necessidade da união de esforços entre a população, a administração municipal e os órgãos de segurança para buscar alternativas de combate à criminalidade.

De acordo com o delegado regional de Polícia, Miguel Mendes Ribeiro Neto, é extremamente importante que a população abasteça a polícia com informações relacionadas a situações suspeitas. Também parabenizou o município por contar com dois conselhos de segurança locais.

O delegado Juliano Stobbe reiterou que a Delegacia de Polícia está de portas abertas para receber denúncias da comunidade e, dessa forma, agir de maneira mais assertiva na repressão à criminalidade. Colocou-se à disposição do município para realizar um trabalho de conscientização nas escolas por meio de palestras.

Novo tenente da Brigada Militar de Santa Clara do Sul, Juliano Bidinoto também se colocou à disposição da comunidade. Apesar do efetivo reduzido, frisou o esforço dos soldados no sentido de ampliar a sensação de segurança local, sobretudo com o reforço do Batalhão de Operações Especiais em ações sistemáticas no município.

Para finalizar, o prefeito lembrou que o projeto de instalação de câmeras de videomonitoramento está concluído, mas depende da garantia por parte da Secretaria Estadual de Segurança de que haverá soldados para monitorar as câmeras e atuar quando forem percebidas atividades suspeitas por meio das imagens.

Texto: Ascom Santa Clara do Sul