Saúde RS Educação RSS Teutônia

Reunião discute adesão ao Programa Saúde na Escola

Reunião discutiu a adesão de Teutônia ao PSE (Foto: Édson Luís Schaeffer/Divulgação)

Na última sexta-feira, dia 25 de janeiro, profissionais da 16ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) estiveram reunidos com representantes das secretarias de Saúde e de Educação de Teutônia para discutir a adesão do município ao Programa Saúde na Escola (PSE). O encontro ocorreu junto à Secretaria de Saúde e contou com a participação do secretário da pasta, Hélio Brandão; da subsecretária, Marlene Metz; da coordenadora dos Postos, Eliane da Costa; da coordenadora pedagógica Arminda Regina Mariani Hepp; da psicóloga da 16ª CRS, Gianine Sandri; e da escrituária Graziela Weimer.

Durante o encontro, foram avaliadas quais as escolas os Ministérios da Saúde e da Educação elencam como prioritárias. Também foi definido que a equipe de Teutônia visitará um município da região que já desenvolve o PSE, a fim de aprender com a experiência e ver a possibilidade do município aderir ou não ao programa.

Conforme a psicóloga da 16ª CRS, Gianine Sandri, a intenção é desenvolver ações de saúde com os educandos. “O Programa Saúde na Escola é uma importante estratégia dos Ministérios da Saúde e da Educação para a integração e a articulação permanente entre as políticas e ações de educação e de saúde, com a participação da comunidade escolar do município. O desenvolvimento de ações de saúde na escola acontece mediante práticas de promoção da saúde, prevenção de doenças e acompanhamento das condições clínicas das crianças e adolescentes”, explica.

Gianine acrescenta que, mediante incentivo financeiro, os municípios têm o compromisso de desenvolver 12 ações de promoção à saúde ao longo do ano. “Dentre as ações estão combate ao mosquito Aedes aegypti, promoção das práticas corporais e da atividade física nas escolas, prevenção ao uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas, promoção da cultura de paz, cidadania e direitos humanos, prevenção das violências e prevenção de DST/Aids, entre outras”, destaca.

Hélio Brandão coloca que a adesão ao programa será avaliada após a visita das equipes da Saúde e da Educação ao município que já implantou o PSE. “Toda a ação que tenha como foca a prevenção em saúde é bem-vinda. E quando podemos começar o trabalho de prevenção pelas crianças e adolescentes, sabemos que podemos colher bons frutos, pois estarão disseminando aquilo que aprenderam às suas famílias. O Programa Saúde na Escola justamente vai ao encontro disso”, frisa.

Texto: Ascom Teutônia