Social Roca Sales Rural - Agricultura

Roca Sales programa evento para elaboração de carteira de artesão

A Emater/RS-Ascar em parceria com o FGTAS/Sine de Lajeado oportuniza aos artesãos a confecção ou a renovação de suas carteiras de artesão, com revalidação e inclusão de matérias-primas. A ação está prevista para o dia 05 de novembro de 2019, no Sindicato da Alimentação, a partir das 9h e visa organizar os artesãos locais, com vistas a comercialização de peças na próxima edição de Exporoca/Fecarpa, que ocorre de 06 a 08 de março de 2020.

A taxa é de R$ 22 para não aposentados, devendo a guia ser quitada no Banrisul. Os documentos necessários são foto 3×4 atualizada, cópias do CPF e do RG, comprovante de residência e, para quem está renovando, a carteira de artesão atual. Como pré-requisito também é necessário ter, no mínimo, 16 anos, apresentar três peças prontas de cada matéria-prima/técnica a ser cadastrada e realizar teste de habilidade com a confecção de uma peça do começo ao fim.

“A carteira do artesão é um incentivo a profissionalização dos trabalhadores que confeccionam artesanato, primando pela qualidade do produto e abrindo espaço para a comercialização em exposições, evento e feiras”, salienta a assistente técnica regional Social da Emater/RS-Ascar, Elizangela Teixeira, que destaca ainda o fato de a carteira dar reconhecimento ao profissional autônomo, possibilitando contribuir para a Previdência Social e emitir notas fiscais das vendas com isenção de ICMS. Interessados podem procurar o escritório da Emater/RS-Ascar de Roca Sales.

 

Oficina de Artesanato Rural

Com o objetivo de apresentar alternativas sustentáveis para a decoração de Natal, a Emater/RS-Ascar e a Prefeitura de Roca Sales programam para o dia 23 de setembro, a partir das 13h30, no Sindicato da Alimentação, uma oficina de Artesanato Rural para confecção de Anjo de Folhas de Butiá. A atividade, apoiada pela coordenadoria de eventos do município, reunirá as artesãs locais para capacitação, estando as participantes incumbidas de fazer a decoração das ruas da cidade.

Para o dia da oficina, as interessadas devem levar grampos de roupas (podem ser usados), jornal velho e, se possível tesoura de poda e tesoura “desabilitada” na costura, para corte de folhas de butiá. “A ação busca resgatar o uso de matéria-prima local na confecção de peças artesanais, primando pela qualidade e diversidade, buscando a valorização do trabalho manual rural, com menor investimento”, salienta a extensionista Social da Emater/RS-Ascar, Leandra Bagatini. Inscrições podem ser feitas no local, no dia do evento.

 

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar – Regional de Lajeado
Jornalista Tiago Bald