RSS Destaques Geral Lajeado

Rodada da Expovale fecha com R$ 990 mil em negócios

Rodada de Negócios teve 134 reuniões entre as 89 empresas participantes (Foto: Objetivo Fotografia)
Rodada de Negócios teve 134 reuniões entre as 89 empresas participantes (Foto: Objetivo Fotografia)

Realizada na quarta-feira (16), a Rodada de Negócios da Expovale 2016 registrou R$ 990 mil em negócios, entre fechados e prospectados. O evento ocorreu na Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil), que sediou 134 reuniões (conversas de 15 minutos) entre as 89 organizações presentes. O desfecho é considerado positivo, apesar de não ter atingido o desempenho da Expovale 2014 – R$ 1,4 milhão. “Acredito que tivemos um bom resultado. É um momento no qual as empresas estão analisando seus planejamentos, ainda com cautela. Mas já demonstram vontade de retomar os negócios”, destacou Cláudia Regina Kuhn, do Sebrae Vale do Taquari e Rio Pardo, organizador da atividade.

Estratégica na aproximação de pequenas e grandes empresas, a Rodada é valorizada por quem participa. “O evento é relacionamento. E ter abertura para isso com os clientes é muito importante. Assim conseguimos ofertar nossos produtos e nos apresentar de forma fácil para quem não nos conhece”, afirmou o executivo de vendas da Sol 7 Soluções em Informática, Cristian Viana. A empresa de Lajeado participou de duas reuniões com potenciais novos clientes.

Para Luis Fernando Schuh da Silva, da Estilo A Planejados, de Cruzeiro do Sul, a expectativa é muito boa. Entre os encontros da tarde, alguns foram com empresas que já são clientes e outros com empreendimentos que ainda precisam ser conquistados para o fornecimento de móveis planejados. “Participamos para ampliar nossos negócios. Mas também sabemos que para crescer no mercado com pessoas jurídicas (empresas) de porte maior é necessário ser prestativo, ter disponibilidade e flexibilidade”.

Bom para quem vende e também para quem compra. A Companhia Minuano de Alimentos era uma das empresas âncoras. “As empresas precisam reduzir custos e aumentar o leque de fornecedores de produtos e serviços. Nós buscamos o evento buscando identificar opções que ofereçam qualidade e preços competitivos”, disse o coordenador de compras, Leandro Ströher.

Texto: Ascom Expovale