Meio Ambiente RS RSS Lajeado

Rua Júlio de Castilhos recebe projeto piloto do programa Lajeado Mais Verde

A próxima etapa é a elaboração de um projeto paisagístico, com mobiliário padrão e ajardinamento, para toda a via principal (Foto: Pietra Darde)

A rua Júlio de Castilhos, principal via do município de Lajeado, recebeu na última quinta-feira (02) um projeto piloto do programa de arborização urbana Lajeado Mais Verde. Como o plantio de árvores fica dificultado na via em razão da presença de rede elétrica e de canalização subterrânea, a Prefeitura de Lajeado, por meio das Secretarias de Planejamento, Meio Ambiente e Obras e Serviços Urbanos, optou por realizar um ajardinamento de superfície.

Para isso, foram adquiridos 8 vasos de concreto, que foram instalados junto às duas extremidades dos quatro arcos ornamentais que ficam localizados na quadra da Júlio de Castilhos, entre a Avenida Borges de Medeiros e a Rua Coronel Júlio May. Nos vasos foram plantadas plantas do tipo trepadeiras. Cada arco recebeu dois vasos com plantas das espécies amor-agarradinho, cipó-são-joão, dipladênia e jasmim-estrela. A ideia é que as plantas cresçam e formem um arco verde sobre a rua, criando um efeito paisagístico sem prejuízo às redes instaladas e sem risco de raízes sob as calçadas. O prefeito Marcelo Caumo, a vice-prefeita Gláucia Schumacher e os secretários do Planejamento, Rafael Zanatta, e do Meio Ambiente, Luís Benoitt, acompanharam o plantio.

“Estamos trabalhando em um projeto mais amplo para ajardinar e embelezar toda a Júlio de Castilhos como parte do programa Lajeado Mais Verde. Então, estamos fazendo este primeiro teste para ver como as plantas se desenvolvem. Ficamos felizes com o apoio que recebemos dos comerciantes da vizinhança da prefeitura, e contamos com toda a comunidade para preservar e cuidar dos jardins que começamos hoje”, explica a vice-prefeita, que coordena o grupo de trabalho do programa Lajeado Mais Verde.

Foram selecionados quatro tipos de trepadeiras pela engenheira agrônoma, Anelise Bohn, para que possa ser avaliada a evolução de cada uma delas. A ideia é que, se as plantas crescerem de forma adequada e se o efeito paisagístico for aprovado, o plantio seja estendido para o restante da Júlio de Castilhos.

O projeto de ajardinamento da Júlio de Castilhos integra o Programa Lajeado Mais Verde. A próxima etapa é a elaboração de um projeto paisagístico, com mobiliário padrão e ajardinamento, para toda a via principal. A proposta foi apresentada em reunião às entidades representativas do comércio municipal, com participação da Acil, CDL e Sindilojas. Na ocasião, a prefeitura mostrou propostas de ajardinamento e comprometeu-se a fazer o piloto com o plantio de trepadeiras em uma quadra. Antes do plantio, técnicos da prefeitura levaram uma cartinha aos comerciantes da quadra, na qual foi sugerida a colaboração para o cuidado com os vasos e as plantas para que possam se desenvolver.

Saiba mais:

O Lajeado Mais Verde tem o objetivo de promover e incentivar a arborização urbana responsável, que implica tanto o manejo adequado das plantas existentes quanto o plantio de novas mudas. Como parte deste manejo adequado, pode ser necessária a poda ou mesmo a supressão de árvores. Neste caso, é necessária a autorização prévia do poder público. Técnicos da Sema fazem a avaliação das condições da planta antes de permitir qualquer mudança na sua estrutura. Sempre que uma planta deste tipo é retirada, o responsável tem a obrigação de compensar as árvores retiradas, o que ajuda a manter a cobertura verde do município. Mesmo em árvores retiradas da via pública, a mesma reposição é exigida, e o próprio poder público também é obrigado a fazer a compensação.

Desde setembro do ano passado, já foram realizados plantios de árvores nas vias públicas nas avenidas Alberto Pasqualini, Benjamin Constant, Amazonas, Piraí, Parque dos Dick e em áreas verdes do município. Novas mudas, adequadas ao crescimento urbano, serão plantadas nos próximos meses nas transversais da Júlio de Castilhos, ampliando as áreas de sombra e embelezando a cidade.

Texto: Ascom Lajeado