Saúde RSS Colinas

Sábado tem Dia D contra a gripe

Unidade Básica de Saúde atenderá sábado, Dia D de mobilização nacional (Foto:  Vitória Stürmer Bortoletti)
Unidade Básica de Saúde atenderá sábado, Dia D de mobilização nacional (Foto: Vitória Stürmer Bortoletti)

A campanha de vacinação contra a gripe iniciou dia 10 de abril e segue até o dia 26 de maio. Neste sábado (13) acontece o Dia D de mobilização nacional, quando a Unidade Básica de Saúde (UBS) permanecerá aberta das 8h às 16h30min, sem fechar ao meio-dia. A meta é vacinar, pelo menos, 90% dos grupos prioritários. Até esta segunda-feira (08), já haviam sido vacinadas 527 pessoas.

Conforme a enfermeira Camila Zang, a mobilização tem o objetivo de conter o avanço da doença no inverno, quando as baixas temperaturas ampliam a circulação dos vírus causadores de doenças respiratórias. “A disponibilidade no horário serve como um incentivo para que o público-alvo não deixe a imunização para a última hora. Durante a semana sabemos que, devido ao trabalho, muitas pessoas não conseguem se deslocar até a Unidade, por isso o sábado facilita esse processo”, reforça.

O público alvo são as gestantes, puérperas (mulheres que estejam no período de até 45 dias após o parto), crianças com idade entre seis meses a menores de cinco anos, profissionais da saúde, idoso e povos indígenas. Professores de escolas públicas e privadas, pessoas com doenças crônicas, apenados do sistema penitenciário e servidores de presídios também formam o grupo prioritário. A novidade para este ano é a inclusão de professores das redes pública e privada no público-alvo da iniciativa. A imunização pode ser feita também durante a semana, no mesmo local e horário.

As pessoas devem estar munidas de carteirinha de vacinação. Doentes crônicos devem apresentar atestado médico com CID da doença, conforme Portaria 004/2017.

Meta prevista:
·        Crianças entre seis meses e menores de cinco anos: 92
·        Trabalhadores de saúde: 38
·        Gestantes: 17
·        Puérperas: 3
·        Idosos: 612
·        Doentes crônicos: 207

Texto: Ascom Colinas