RS Rural - Agricultura Destaques Lajeado

Salgadinho de batata-doce e geleia de erva-mate são tentações do Pavilhão 4

MZ Alimentos, de Encantado, produz e vende geleias de tomate e erva-mate (Foto: Objetivo Fotografia)
MZ Alimentos, de Encantado, produz e vende geleias de tomate e erva-mate (Foto: Objetivo Fotografia)

Beliscar um pedaço de salame ou queijo, tomar um chá gelado ou uma caipirinha. Seja qual for a preferência, ela está à disposição dos visitantes do Pavilhão 4. As 50 agroindústrias familiares presentes na Expovale 2016 propõem a degustação e despertam as vendas de quem passa. Além de alimentos tradicionais, têm aqueles que aguçam pela inovação. É o caso das geleias de erva-mate e tomate, e dos salgadinhos de batata-doce e aipim.

Vitório Zanella, da MZ Alimentos, quer fazer na Expovale o mesmo sucesso da Expointer. Na tradicional feira de Esteio ele teve suas geleias e chimias eleitas como produtos-destaque. “As pessoas provam e gostam muito”, afirma Zanella, que garante ter um estoque de cerca de dez mil unidades de opções em geral para a feira. Cerca de 90% da matéria-prima utilizada pela agroindústria provém da propriedade da família, em Encantado, onde sua esposa e filha se dedicam à produção.

Os salgadinhos de batata-doce e aipim, junto com chips feitos à base das mesmas raízes, são vendidas pela Franz Alimentos, de Santa Clara do Sul. O dono Flávio Antônio Franz comenta que a feira é uma oportunidade para ganhar novos consumidores e também para reforçar o vínculo com quem já é, sejam donos de estabelecimentos consumidores ou clientes finais. “Conheci o produto na feira de 2014 e lá em casa adoramos. Hoje vim para comprar mais”, comenta o lajeadense Valmir Grahl.

O espaço dos negócios familiares é subsidiado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural do Governo do Estado (SDR) e organizado pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura no RS (FETAG), em parceria com a Emater.

Texto: Ascom Expovale