Vale do Taquari Eventos Destaques

Saudades do Pago chega à segunda temporada

Websérie que estreou há mais de um ano retorna com oito novos episódios

O projeto “Saudades do Pago”, iniciado em 2020 com o objetivo de enaltecer e destacar artistas gaúchos que vivem fora do Rio Grande do Sul, mas que continuam valorizando a cultura gaúcha, ganhou uma segunda temporada e retorna a partir do dia 12 de outubro, com oito novos episódios.

O “Saudades do Pago 2” seguirá os estilos musicais da primeira edição, entre folclórico e contemporâneo, erudito e popular. O formato desenvolvido em 2020, com diferentes artistas convidados, cada um representando uma faceta
da arte musical e evidenciando a pluralidade do Rio Grande do Sul, será mantido. A novidade são as poesias que serão recitadas em meio às apresentações.

O músico, violonista, arranjador, compositor e professor, Fernando Graciola, curador do projeto e responsável pela condução das apresentações, explica que unir música e poesia é uma forma de traduzir a essência do projeto. “São artes que se completam. Além disso, quando se trata de "saudade", acredito não haver nada melhor do que música e poesia para demonstrar tal sentimento”.

Os oito episódios terão duração de 20 a 30 minutos e serão transmitidos pelo YouTube do Portal Região dos Vales, a partir das 19h. A iniciativa é livre para todos os públicos. A primeira apresentação, no feriado do dia 12 de outubro, contará com o cantor Luís Barcelos. A seleção dos artistas foi feita para valorizar a diversidade de estilos. “Todos os convidados, tanto desta quanto da edição passada, são muito especiais e têm suas particularidades. São vários estilos musicais diferentes dentro de uma mesma websérie”, conta Fernando.

As músicas e os poemas são de livre escolha dos convidados. A única exigência da coordenação é que as poesias falem sobre saudade. “Parte dos convidados desta edição eu já conhecia há algum tempo, já tive oportunidade de trabalhar, estudar e conviver. Outros, apenas conheço por acompanhar seus trabalhos à distância. O Saudades do Pago nos aproximou. Isso é muito importante, porque é através de projetos como esse que podemos dar seguimento a outros projetos futuros”, descreve Fernando. Pago é uma palavra gaúcha usada para remeter o “lugar onde nasceu”, o “rincão”, a “querência”, o “povoado”, o “município de onde se é natural”.

O Saudades do Pago conta com o patrocínio de Floral Thérapy e Rota Indústria Gráfica. A realização é de Região dos Vales Comunicação Digital e o financiamento do Pró-cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul.