Melhor Idade Imigrante

Saúde e Direito dos Idosos foram temas de debates em Imigrante

A quinta Conferência Municipal de Saúde com o tema “Democracia e saúde: Saúde como direito e consolidação e financiamento do SUS” e a primeira Conferência Municipal da pessoa idosa com o tema “Os desafios de envelhecer no século XXI e o papel das políticas públicas” ocorreram na última quarta-feira (20/03).

Inicialmente, o prefeito Celso Kaplan fez uma explanação sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), desde a implementação até os dias atuais, onde cada vez mais as despesas recaem sobre os municípios e que a situação é extremamente preocupante, pois não se sabe até quando será possível manter a situação do jeito que está.

Nos primeiros meses de 2019, somente no convênio de complementação de atendimentos com o Hospital de Estrela, Imigrante tem tido gastos de aproximadamente R$50 mil, sendo que o previsto no orçamento era de R$ 30 mil. Já nas Unidades Básicas de Saúde do próprio município, a média de atendimentos em 2018 foi de 6 mil mensais. Entende-se por atendimento qualquer procedimento realizado dentro das unidades.

Em seguida, a enfermeira Leandra Koempfer abordou o tema do envelhecimento no século XXI, tratando de questões voltadas para a prevenção de doenças por meio de hábitos saudáveis de vida. Manter uma boa alimentação, praticar exercícios físicos regulares e participar de grupos de convivência, estão entre elas.

Por fim, a equipe da Saúde e do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) apresentaram os eixos para discussão, foram apresentados os resultados dos grupos, e eleitos os delegados.

 

 

 

Assessoria de Imprensa
Prefeitura Municipal de Imigrante