Saúde RSS Cruzeiro do Sul

Saúde organiza evento sobre prevenção ao suicídio

LOGOS FOTOS SITE-05O dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, dentro do mês conhecido como Setembro Amarelo. Conforme coordenadora e psicóloga da equipe da Saúde Mental de Cruzeiro do Sul, Valdireni Kronbauer Leonhardt, para poder ter mais conhecimento sobre o tema, a Secretaria da Saúde, junto com a Saúde Mental do município, está organizando um evento para comunidade em geral, autoridades e profissionais de todas as áreas para uma conversa com o psiquiatra Rafael Moreno.

O evento será realizado no dia 05 de setembro, às 19h30min, no Salão da Comunidade Católica do Centro. A duração será de uma hora. A partir das 20h30min o debate será apenas com profissionais da Saúde. Moreno, é psiquiatra, mestre, professor do curso de medicina da Univates, coordenador da residência médica em psiquiatria da Rede Sulina Divina Providência e coordenador do Comitê de Prevenção do Suicídio da Associação de Psiquiatria do Rio Grande do Sul.

Serão abordados assuntos que dizem respeito a mitos e verdades sobre o suicídio, como perceber que uma pessoa está com ideação suicida e também colocar o suicídio como um problema de todos. Conforme o psiquiatra, o suicídio é um fenômeno complexo que envolve múltiplas causas e que afeta, além de suas vítimas, “os sobreviventes”. Envolve profissionais de saúde e outros setores direta ou indiretamente que lidam com o problema do cotidiano. Portanto, conforme Moreno é necessária à participação de toda sociedade na sua prevenção.

“O assunto suicídio é um tabu, e precisamos falar sobre o mesmo, com finalidade de entendimento e prevenção. É um sofrimento ao qual o indivíduo não quer falar, por acreditar muitas vezes que precisa dar conta da sua dor – psicológica – que está enfrentando. Atualmente percebo que vivemos num mundo onde não se tolera tristezas, problemas, enfim, a sociedade em si busca incansavelmente a urgência de bem estar total, algo que não é possível. Frustrações vividas, podem nos ser importantes também para o nosso crescimento como indivíduo. Coloco isso pelo simples fato que muitas pessoas correm atrás dessa felicidade total, de espetáculos e não conseguirem suportar o que é o real mesmo, vindo assim a mergulhar no escuro do seu eu”, diz o médico.

Texto: Ascom Cruzeiro do Sul