Cultura Teutônia Turismo

Schweinebraten é o destaque dos 35 anos do Restaurante Matinho

Prato típico de Teutônia, o Schweinebraten, foi o destaque no domingo

Comida caseira, música ao vivo e o prato típico de Teutônia marcaram o domingo no empreendimento familiar

 Com música ao vivo, comida caseira que lembra os sabores da avó e o prato típico de Teutônia, o Schweinebraten (assado de porco), a família Feine recepcionou amigos, clientes e visitantes para comemorar os 35 anos do Restaurante Matinho. O empreendimento é um dos pontos turísticos de Teutônia e, em sua história, o Schweinebraten esteve presente em muitas ocasiões, especialmente nos primeiros almoços servidos pela família.

E no domingo, dia 28 de julho, o Schweinebraten esteve novamente presente. Ao lado do buffet, exposto o prato típico e seus acompanhamentos – o chucrute, a batatinha frita e a massa, que também estava no buffet -, iguarias que foram servidas, no então bar localizado atrás do mato ainda hoje existente, em 1984, para um grupo de seis a sete pessoas que jogavam bocha no local, dando, assim, início ao Restaurante Matinho.

Nas paredes do restaurante, uma pequena viagem no tempo. Fotos antigas e implementos agrícolas que fizeram parte da história da família e do empreendimento. Para quem frequentou o restaurante no domingo, a nostalgia fez parte do almoço, que relembra os sabores da avó. Aliás, o preparo do Schweinebraten seguiu a receita a avó Frida Rührwiem Feine.

Para o prefeito, Jonatan Brönstrup, que almoçou no local junto com integrantes do Executivo, o Restaurante Matinho tem importância histórica para o município. “A história de Teutônia se funde com a história do Restaurante Matinho, estabelecimento que preserva a culinária trazida pelos antepassados, dentre eles, o nosso prato típico, o Schweinebraten”, frisou.

O secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Sidnei Eckert, ressaltou que a Administração Municipal vem buscando formas de reforçar a ideia do prato típico de Teutônia. “Quando soubemos dos 35 anos do Restaurante Matinho, entendemos que seria oportuno conciliarmos o aniversário com o prato típico. Tanto o Schweinebraten quanto o Restaurante Matinho fazem parte da história do município”, frisa.

Para a família, o domingo foi uma oportunidade de relembrar a história do empreendimento. “Foi muito positivo. Muitas pessoas vieram pela primeira vez e elogiaram. Realmente não esperávamos tanta procura. Acreditamos que depois de hoje (dia 28), o prato típico de Teutônia, que tem relação direta com a nossa história, vai ser mais conhecido”, avaliam Ivo Feine, Hélia Feine Ahlert, Aline Ahlert e Guilherme Ahlert.

O prato típico de Teutônia, até então servido eventualmente, passará novamente a fazer parte do cardápio. Localizado no início da Estrada Velha, entre os Bairros Canabarro e Centro Administrativo, o Restaurante Matinho tem a peculiaridade de abrir somente aos domingos de meio-dia e servir almoço caseiro com espeto corrido e colocando em destaque a gastronomia alemã dos antepassados.

Nos arredores, é possível apreciar a natureza e ter uma visão panorâmica do Bairro Canabarro, bem como ter contato com ovelhas, galinhas-da-angola e pavões. Também há a edificação em estilo enxaimel, que agora a abriga a casa de carnes do empreendimento. Em outros dias da semana, o restaurante abre mediante reserva, com a opção do café colonial. Reservas podem ser feitas pelos telefones (51) 3762-8313 ou 98114-5112.

 

Um pouco da história do empreendimento

A história do Restaurante Matinho remete à 1984, quando no local, escondido atrás de um mato ainda hoje existente, funcionava um bar, com telhado de palha, e uma cancha de bocha. Era comum as famílias vizinhas se reunirem já de manhã no local. Enquanto os homens jogavam bocha, as mulheres aproveitavam a sombra local para tomar chimarrão e conversar. Ao meio-dia, as famílias iam para casa e, à tarde, normalmente retornavam.

Em um determinado domingo naquele ano, enquanto em torno de seis a oito pessoas estavam reunidas no local, foi solicitado à matriarca da família, Frida Rührwiem Feine, para que ela fizesse um almoço, pois, assim, não seria preciso retornar para casa. o pedido foi atendido. No cardápio, o Schweinebraten, batatinha frita e massa.

No domingo seguinte, já eram em torno de 20 pessoas querendo almoçar no local. E, assim, sucessivamente, a procura foi aumentando. Diante disso, a família viu a necessidade de ir adequando o espaço e montar um pequeno restaurante. Nos primeiros anos, não havia espeto corrido. Como carne, era servido o Schweinebraten, sempre seguindo a receita da avó Frida.

Com a peculiaridade da comida caseira, desde o início a movimentação nos domingos é intensa. Assim, a família foi ampliando e melhorando a estrutura do restaurante, passando a atender, inclusive, festas no local e também em outras localidades. Até 2018, funcionava junto à propriedade um frigorífico. Mas diante das necessidade do mercado, o frigorífico hoje abriga a agroindústria de embutidos Matinho. Em novembro de 2018, a casa enxaimel, localizada na entrada da propriedade, foi transformada em Casa de Carnes, para a comercialização dos produtos da agroindústria, além de cortes especiais.

Nestes 35 anos, o Restaurante Matinho jamais perdeu a sua essência. A comida caseira segue sempre presente. As receitas da avó Frida Rührwiem Feine passam de geração em geração. Além disso, outro diferencial do local é o contato com a natureza. Ovelhas, galinhas-da-angola e pavões podem ser visualizadas na propriedade.

A história do Restaurante Matinho se funde com a história de Teutônia. O local oportuniza uma breve viagem no tempo. Afinal, na propriedade que aos poucos vai sendo circundada pela urbanização e o desenvolvimento do município, se mantém os elementos que fazem parte da história de Teutônia, preservando os saberes, sabores e costumes dos antepassados.

 

 

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer

 Assessoria de Imprensa Prefeitura de Teutônia