Solidariedade RS RSS Eventos Lajeado

Segunda feijoada da FUNDEF ocorreu no final de semana

Feijoada atraiu dezenas de pessoas no sábado ao meio dia (Foto: SWobeto)

O sábado contribuiu e foi um dia ideal para apreciar a feijoada, um dos pratos tipicos do Brasil. O salão Societa Italiana Tutti Fratelli, em Lajeado recebeu dezenas de pessoas dispostas a colaborar com a causa da Fundação para Reabilitação das Deformidades Crânio-Faciais- FUNDEF.

De acordo com o presidente da FUNDEF, Alain Viegas Detobel, a entidade busca consolidar a feijoada como um evento anual. “É um momento agradável de confraternização, conseguimos atingir o mesmo número de participantes do ano passado, com a mesma qualidade da feijoada, mas a cada nova edição vamos aprimorando um pouco mais.”

Durante o almoço, teve a apresentação do projeto Adolescente Legal com Música, da Associação Lajeadense pró-Segurança Pública (Alsepro), um projeto que atende 52 crianças de 7 aos 17 anos, onde os alunos têm aula de música e canto.

Feijoada
Uma equipe formada por 4 pessoas trabalhou durante 2 dias para preparar 25 quilos de feijão e 50 quilos de ingredientes para a feijoada. Além disso, foram servidos farofa, couve com manteiga, arroz e a laranja com açúcar e canela. O preparo ficou por conta da equipe do Luis Felipe Diel, mais conhecido como Mix, um profissional com quase 20 anos de experiência. “É gratificante poder contribuir de alguma forma, não custa fazermos a nossa parte também.”

Depoimentos:
“Nós trouxemos toda a família para prestigiar o evento, eu trabalho no hospital e acompanho os casos atendidos pela FUNDEF. É uma forma de retribuir e ajudar quem precisa. Meu mestrado foi sobre as mães que descobrem a má formação de labio-palato, e isso me tocou muito. Gisele Viecele Farinhas – Psicóloga.

“ A FUNDEF faz um trabalho exemplar no Estado, é de suma importância, saber que milhares de pessoas estão melhores graças ao trabalho da entidade. É uma causa nobre, o ser humano está no mundo para ajudar.” – Eliana Ahlert Heberle – Servidora Municipal

“Eu vim ajudar porque é uma obrigação de todos nós. O serviço que a FUNDEF presta é algo que não tenho palavras para explicar, não adianta só elogiar e na hora que precisa ajudar não faz nada. Elogiar e participar!
Jorge Fernando Ribas – Empresário

“Uma entidade que precisa muito da nossa ajuda, e para nós é um prazer ajudar a FUNDEF. Sandro Marques – Médico

Texto: Ascom FUNDEF Lajeado