Reunião Encantado

Segundo encontro do Núcleo de Turismo da ACI-E reúne mais de 80 empreendedores

A Associação Comercial e Industrial de Encantado (ACI-E) reuniu 84 empreendedores, na noite de terça-feira, dia 18, em mais um encontro do Núcleo de Turismo. A atividade ocorreu no Auditório Itália, do Centro Administrativo Municipal.

Conforme a presidente da ACI-E, Maria Cristina Castoldi, o número expressivo de participantes faz com que a entidade avalie a possibilidade de dividir os integrantes em mais grupos. “A quantidade de interessados em integrar o Núcleo de Turismo retrata o espírito empreendedor do nosso povo”, comemora.

Segundo ela, a visão empreendedora que se vislumbra com o projeto do Cristo Protetor, aliado ao momento da pandemia, favorece a prática do turismo religioso e do turismo rural. “Percebe-se uma preferência pelos locais interioranos, ao ar livre, de ambiente natural, que proporcionam sentir a simplicidade e conhecer a cultura local”, salienta. “É um tipo de turismo que gera menos despesas para as pessoas que querem continuar com esse meio de lazer, mas que estão com a renda reduzida”.

Uma pesquisa realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) foi apresentada a plateia. O estudo analisou o fluxo turístico em 15 municípios de diversas regiões gaúchas e revelou novas características que beneficiam o turismo regional, entre elas, a preferência por destinos nacionais e roteiros mais curtos, com estadias de até quatro dias. Durante a reunião, também foram tratadas questões relativas ao comportamento dos empreendedores com seus negócios, com o objetivo de buscar a melhoria contínua da gestão
nos processos, produtos e serviços. “Reforçamos que é necessário realizar um planejamento para novos investimentos, correr riscos calculados, manter a autenticidade dos estabelecimentos e as características da cultura local, dar continuidade às atividades existentes, agregando e inovando produtos e serviços”, explica a presidente da ACI-E.

A empresária considera o turismo um importante transformador de economias e sociedades,  pois gera oportunidades de emprego e renda, além de contribuir significativamente no desenvolvimento econômico, social e cultural. “Por isso, a ACI-E vem atuando ativamente junto a outras frentes que buscam fortalecer o turismo para fazer com que seja mais um meio capaz de promover o desenvolvimento socioeconômico, tanto de Encantado, quanto da região e de outros municípios do Estado.

Temos o Cristo que veio dar mais ênfase a tudo isso e uma população bastante engajada e comprometida, com o associativismo muito presente”, destaca Maria Cristina. Na parte final, a moderadora do Núcleo de Turismo, Bernardete Rissi, aplicou a metodologia do programa Empreender, que possibilitou aos participantes trocarem experiências, incrementar a rede de relacionamentos, discutir dificuldades e buscar soluções conjuntas para
os seus negócios. A próxima reunião do Núcleo de Turismo será na segunda-feira, dia 31 de maio, às 19h, em
local ainda a ser confirmado.