Mulher Saúde Estrela

“Semana mundial do Aleitamento Materno” é aberta em Estrela

Marcela Neitzke (e) e Cátia de Freitas (d): muitas novidades após a última gestação

Dois eventos abriram a programação da semana que busca valorizar um dos momentos mais importantes da vida

Foi aberta, nesta quinta-feira (01), a programação da Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM), que em Estrela, particularmente, se estenderá até o próximo dia 16. Este ano com o lema “A proteção social parental equitativa, em todas as suas formas, pode ajudar as mulheres a amamentarem de forma mais exitosa”, tem uma série de palestras, debates e capacitações voltadas às mais diversas equipes de profissionais, também gestantes, mães puérperas e público em geral.

A abertura se deu nesta manhã, no auditório da Secretaria Municipal da Saúde, pasta responsável pela programação. A fonoaudióloga e consultora em amamentação, Joanna Moraes Telles, palestrou para enfermeiros, nutricionistas, psicólogas, assistentes sociais, farmacêuticos, odontólogos e equipe do Hospital Estrela. Já à tarde, tendo como local o Centro de Atendimento Materno Infantil (Cami), foi realizado o encontro “Saiba mais sobre a Amamentação”, voltada a gestantes, puérperas, familiares, como também estudantes e profissionais. As residentes Giovana Danielle Kuhn – Multiprofissional em Saúde da Família – e Andressa Vian Federissi – Nutrição – participaram do encontro realizado no Cami, ao cargo das nutricionistas do município, Alessandra Fallavena e Jaqueline Mallmann. “Costumamos aprender muito nestes eventos, de muita troca de experiência”, diz Giovana Kunh. “Não são assuntos muito populares, mas de extrema importância, por isso é necessário adquirirmos novos conhecimentos”, avalia Andressa Federissi.

A opinião das residentes corrobora com que as palestrantes trouxeram aos presentes. “Há uma grande incidência de erros que levam as mães a deixarem de amamentar precocemente. O que mais a gente identifica são mitos, falas, que as mães trazem como uma verdade, como são os casos do chamado ‘leite fraco’ ou ‘pouco leite’”, diz Alessandra Fallavena. “Normalmente, a gente consegue identificar a causa disso como algo que pode ter sua explicação em um problema anterior, ainda no pré-Natal, que pode se evitado se a futura mãe for bem orientada”, explica. A outra palestrante, Jaqueline Mallmann, completa. “A produção do leite, por exemplo, é influenciada pela sucção do bebê e o esvaziamento da mama. Caso a mãe não seja bem orientada, o bebê pode não sugar corretamente, passa a não ganhar peso, e logo surgem os mitos. Então, ao invés de partir para a identificação dos erros, logo se introduz um complemento, uma fórmula. Isso vai gerar ainda menos sucção do bebê, menos produção de leite da mãe, mais uso de fórmulas e a tendência leva à desamamentação total.”

Entre as presentes na roda de conversa também estavam as colegas – e mães – do Bairro das Indústrias, Marcela Neitzke e Cátia de Freitas. Marcela acompanhada da nova filha, Mariah, com apenas 39 dias. Cátia, gestante de sete meses do seu terceiro filho, o primeiro menino. As duas concordam. “Meu último filho já tem 17 anos. Muita coisa mudou neste tempo, descobertas foram feitas. Preciso seguir aprendendo para aproveitar ao máximo este momento para minha nova filha”, diz Marcela, que está amamentando Mariah. Cátia, que voltará a dar a luz após 11 anos, concorda. “Temos que ver o que fazíamos certo, errado, confirmar ou não muitas coisas que escutamos

 

Novos eventos

A profissional Joanna Telles também será a protagonista de uma série de rodas de conversas. Estas ocorrerão dias 06, 08 e 09, voltadas às equipes de trabalho da Estratégia Saúde da Família (ESF) Indústrias, Imigrantes e Moinhos. Já no dia 16/08, tendo como local o Salão da Igreja Católica do Bairro das Indústrias (Rua João Inácio Sulzbach, 1085), será realizado o bate-papo “Empoderar Famílias; favorecer a amamentação”. Este será comandado pela terapeuta ocupacional e consultora em Amamentação, Caroline Daldon, representante da 16ª Coordenadoria Regional de Saúde e pela equipe da ESF Indústrias. Com início marcado para as 13h30min, o encontro é direcionado tanto a gestantes, puérperas, seus familiares e público em geral como também aos profissionais de programas como o Primeira Infância Melhor (PIM), Agentes Comunitários de Saúde, do CRAS e outros. Mais informações pelo telefone 3981-1102

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Conversando sobre Amamentação”: atualizações e desafios

Data: 01/08 Realizado

Local: auditório da Secretaria da Saúde

Facilitadora: Fonoaudióloga e Consultora em Amamentação Joanna Moraes Telles

Público-alvo: enfermeiros, nutricionistas, psicólogas, assistentes sociais, farmacêuticos, odontólogos, equipe do Hospital Estrela

Rodas de conversa sobre Amamentação com equipes de trabalho

Data: 06/08 Horário: 10h às 12h

Local: auditório do Cami

Público: para equipes do Cami, UBSs do Auxiliadora, Boa União e Central

Facilitadora: Fonoaudióloga e Consultora em Amamentação Joanna Moraes Telles

Data 08/08: Horário: 13h às 16h

Local: auditório do ESF Imigrantes

Públicopara equipes ESF Indústrias e Imigrantes

Facilitadora: Fonoaudióloga e Consultora em Amamentação Joanna Moraes Telles

Data: 09/08: Horário: 13h às 15h

Local: ESF Moinhos

Público: para a equipe do ESF Moinhos

Facilitadora: Fonoaudióloga e Consultora em Amamentação Joanna Moraes Telles

 

 

Programação para profissionais da saúde e público em geral

Saiba mais sobre Amamentação”

Data: 01/08 Realizado

Público: gestantes, puérperas, familiares e público em geral

Local: Centro de Atendimento Materno Infantil (Cami)

Facilitadores: equipe de profissionais do Cami

Bate papo: “Empoderar famílias; favorecer a amamentação”

Data: 16/09 Horário: 13h30min

Local: Salão da Igreja Católica, Rua João Inácio Sulzbach, 1085, Bairro das Indústrias

Público: gestantes, puérperas e seus familiares, público em geral, visitadores e demais profissionais do Primeira Infância Melhor (PIM), Agentes Comunitários de Saúde, CRAS, Equipe ESF Indústrias.

Facilitadores: Caroline Daldon (representante da 16ª CRS, Terapeuta Ocupacional e Consultora em Amamentação) e ESF Indústrias

 

Texto: Rodrigo Angeli
Fotos: Rodrigo Angeli
Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Estrela