RS RSS Eventos Destaques Lajeado

Semana resgata valores através de apresentações artísticas

O Sarau Artístico apresentado pelos alunos dos Anos Iniciais ocorreu de terça a quinta-feira (Foto: Renata Leal)

A Semana de Arte realizada anualmente pelo Colégio Madre Bárbara começou na noite de segunda-feira (24) com uma sessão de cinema. O IX Festival de Cinema e V Concurso de Vídeo-Oratória apresentou quatro curtas-metragens produzidos pelos alunos do 2º ano do Ensino Médio e 10 vídeo-oratórias produzidas por alunos dos 1ºs anos do Ensino Médio. Nas noites de terça (25), quarta (26) e quinta-feira (27) os alunos das turmas de 1º a 5º ano dos Anos Iniciais subiram ao palco para se apresentarem no Sarau Artístico. Em todas as noites de evento foram resgatados valores do bem, ensinados diariamente no Colégio. Na sexta-feira (28) o encerramento foi com o Grupo de Teatro Touchê com as peças “João e o Pé de Feijão” e “Cinderela”.

A Semana de Arte do CMB esse ano foi solidária. Durante todos os dias de eventos, o ingresso foi a doação de 1kg de alimento não perecível, uma peça de roupa em bom estado, pacotes de bolacha, produtos de higiene e limpeza, além de brinquedos em bom estado. As doações serão entregues para entidades de Lajeado e região.

A vice-diretora do Madre Bárbara, Irmã Anita Dal Piva, resume a Semana de Arte na palavra espetáculo. Segundo ela pode-se ver o potencial dos alunos e o quanto tem arte no coração. “É importante cultivar no coração das crianças a arte, beleza, música e cultura e em todas as noites puderam ser ressaltados os verdadeiros valores. Tudo fechou com a filosofia da Rede ICM e os valores passados pelas crianças, motivadas pela vida, demonstrou ainda mais o projeto de Bárbara Maix e o quanto continua viva e presente na realidade dos alunos”, diz e agradece a Irmã pela Semana que ofereceu dias inesquecíveis a todos os presentes.

O educador musical Ricardo Petter, um dos idealizadores da Semana de Arte, acredita que o evento ou outras celebrações realizadas pelo Colégio não são apenas momentos, mas são parte da história da instituição. “Nos eventos se integram além dos alunos e professores toda a comunidade escolar. Também se propõe que seja um espaço para a formação humana que é um dos pilares da Rede ICM. A formação acadêmica se desenvolve em estudos, projetos e trabalhos em sala de aula e a formação humana precisa desses espaços diferentes apropriados e planejados”, destaca o professor ao afirmar que a Semana de Arte apresenta a expressão artística dentro um espaço de excelência escolar e também integra todos os segmentos da escola.

Além de participar com a turma do 2º ano dos Anos Iniciais, a professora Gabriele Sabke busca prestigiar os colegas professores e os alunos nos outros dias da Semana de Arte. Para ela, a semana se torna a cada ano mais emocionante. “Sou muito sensível, então me emociono e me arrepio em ver os pequenos grandes artistas no palco, fazendo um show, tornando as noites espetaculares. Ver essas crianças evoluindo, melhorando a desenvoltura e aperfeiçoando as suas habilidades, me deixa ainda mais feliz”, conta a professora ao afirmar que foi gratificante fazer parte das noites mágicas oportunizadas pelo Colégio. “Os alunos têm grandes talentos, que com o nosso apoio e o das famílias, se empenham nos preparativos, para fazer o melhor na apresentação. As crianças se sentem artistas e aumentam a própria autoestima, ficando imensamente felizes”.

Famílias emocionadas

Foi um momento mágico também para as famílias que prestigiaram as apresentações dos filhos. Para a empresária Gabriela Lorenzini, mãe da Isabela e Ana Carolina essa é a oportunidade que tem de viver com as filhas a emoção de toda a expectativa da preparação e da apresentação, percebendo o quanto se dedicam para fazer as coisas. A mãe prestigiou a filha mais nova Isabela no Sarau Artístico e no Teatro, quando interpretou a Cinderela. “Ela adora arte e eu busco incentivo a arte e o esporte para minhas filhas que se encontrem. Estaremos sempre apoiando. Queremos que sejam felizes”, conta.

Para Gabriela, essa é uma forma de participarem da escola e verem o que está sendo feito, aproveitando cada aprendizado. “A escola busca integrar a família nas atividades e é isso que nós pais e mães queremos. Estar próximos desse processo de aprendizado”, destaca.

Premiação Festival de Cinema e Concurso de Vídeo-oratória

Melhor trilha sonora – Ambição (adaptação do conto A moça tecelã – Marina Colasanti)

Melhor edição – Sinto muito (adaptação do conto Maria – Conceição Evaristo)

Melhor figurino – Pomba enamorada (adaptação do conto Pomba enamorada ou uma história de amor – Lygia Fagundes Telles)

Melhor roteiro – Pomba enamorada

Melhor fotografia – Sinto muito

Melhor atriz coadjuvante – Raquel Sandri do curta Pomba enamorada

Melhor ator coadjuvante – Artur de Borba do curta Sinto muito

Melhor atriz – Carolina Neves do curta Sinto muito

Melhor ator – Leonardo Sartori do curta Ambição

Júri popular – Sinto muito

Júri técnico – Sinto muito

Vídeo-oratória

1º lugar – Milena Ewald

2º lugar – Mariana Medeiros

3º lugar – Jonas da Silva

Júri Popular – Jonas da Silva

Texto: Ascom CMB