Cultura Social Travesseiro

Seminário Regional reúne artesãos em Travesseiro

Um público de cerca de 150 pessoas de mais de 15 municípios diferentes do Vale do Taquari esteve reunido nesta sexta-feira (11/10), no Clube Esportivo Travesseirense, em Travesseiro, para a quarta edição do Seminário Regional de Artesanato. Organizado pela Emater/RS-Ascar, Prefeitura Municipal, Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) e Associação dos Artesãos de Travesseiro o evento itinerante teve o objetivo de promover a troca de experiências e a integração dos participantes, além de visar a qualificação do artesanato regional. 

Na ocasião houve palestras em que foram discutidos temas, como, Legislação do Artesanato Gaúcho e Relação do Artesanato com o Turismo. No primeiro painel, a assistente técnica estadual em Artesanato da Emater/RS-Ascar Ivanir Argenta e o analista e sociólogo da FGTAS Juliano Almeida apresentaram detalhes do Programa Gaúcho de Artesanato, bem como os benefícios decorrentes da obtenção da carteira do artesão, que vão da contribuição à Previdência Social até a isenção de ICMS. Em sua apresentação, Ivanir também falou das legislações em vigor para a área. 

Em seguida foi a vez da turismóloga da Emater/RS-Ascar Fernanda Costa da Silva tratar do artesanato como uma oportunidade para a área turística. Em sua fala, destacou a personalização como um caminho para que o consumidor estabeleça vínculos emocionais com aquilo que compra e, efetivamente, viva uma experiência. Durante a palestra, também abordou outros espaços de comercialização – que podem ser em redes sociais como Facebook, Instagram e até o AirBNB -, como uma forma de aproximação, de tornar a produção mais conhecida para além dos roteiros turísticos ou páginas da Prefeitura. 

O turno da manhã foi finalizado com mais um painel com a agente de intermediação do Banco do Povo, Ivaniza Freitas, que debateu o tema “Microcrédito Produtivo Orientado: uma oportunidade para o artesão”. Além de Feira de Artesanato com comercialização, a atividade contou com oficinas diversas na parte da tarde, ocasião em que houve troca de experiências sobre rosas de cetim, anjos de fuxico, tercinho de sementes, coelho de bucha vegetal, peso de porta com flores de feltro, flores de latinha, imã de geladeira de sementes, cesto de jornal e cachepô. 

Representante da Associação dos Artesãos de Travesseiro, a industriaria aposentada Melania Prediger Ahne valorizou o Encontro pela oportunidade de aprofundar os conhecimentos a respeito de temas como Legislação e de comercialização para além dos limites geográficos do município. Artesã há apenas seis anos, começou fazendo cursos de pintura, de ptachwork e outros, incentivada pela extensionista da Emater/RS-Ascar Mara Seghetto. “É algo que se tornou uma paixão e que ainda gera renda”, analisa Melania, que garante dedicar cerca de quatro horas diárias para a elaboração das peças. “É minha terapia”, afirma. 

O reconhecimento à Mara pelo esforço em apoiar o grupo, com capacitações, cursos e outras atividades, fez com que o coletivo as homenageasse durante o encontro. “Você contribuiu para o fortalecimento e a estruturação da nossa Associação, nos ensinando a ter orgulho do que a gente faz”, salientou a presidente da entidade Maria Dolores Ahne. Além de artesãos e extensionistas, o evento contou com a participação de lideranças, como o prefeito de Travesseiro Genésio Hofstetter, o gerente adjunto da Emater/RS-Ascar Carlos Lagemann, o supervisor da Emater/RS-Ascar, Álvaro Mallmann e da assistente técnica regional Social da Emater/RS-Ascar, Elizangela Teixeira, além de secretários, vereadores e outros.

 

 

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar – Regional de Lajeado
Jornalista Tiago Bald