Encantado RSS Destaques Geral

Senar de Minas Gerais busca modelo de sucessão na Dália

160217_visita_senarOs projetos da Dália Alimentos despertam o interesse de lideranças de todo o país. Frequentemente, os dirigentes da cooperativa recebem visitantes que manifestam interesse em conhecer as iniciativas criadas e fomentadas pela Dália para, consequentemente, levaram a seus estados, instituições e empresas como modelo de inspiração.

Na quinta-feira (16), o presidente do Conselho de Administração, Gilberto Antônio Piccinini, recebeu representantes do Senar de Minas Gerais que vieram em busca de conhecimento para aplicar no Projeto Sucessão no Campo, em andamento no estado mineiro. Estiveram na Dália o gerente regional do Senar/Patos de Minas, Sérgio de Carvalho Coelho; o assessor de Planejamento, Celso Furtado Júnior; e a assessora pedagoga, Mirian Rocha.

Piccinini recepcionou os visitantes e falou acerca da gestão adotada pela cooperativa, explicou o organograma da cooperativa, as ações desenvolvidas em várias frentes e deu ênfase ao Projeto Sucessão Familiar idealizado pela Dália Alimentos, que hoje possui 22 alunos participantes na Turma 4. “Começamos com a ideia de promover algo que motivasse a manter o jovem no campo em 1998, a partir de uma viagem à Europa para verificar a formação dos jovens naquele continente. Realizar a sucessão e pensar no futuro, por isso buscamos por estas iniciativas”, destacou o presidente.

Neste contexto, Piccinini apresentou o que a Dália colocou em prática nos últimos anos para manter os jovens no campo e torná-los sucessores. O primeiro passo foi executar projetos que fomentassem a sucessão e, dentre eles, estão os condomínios de gado leiteiro com ordenha robotizada (em execução), os condomínios avícolas (em fase de estruturação) e a Escola do Leite (assistência técnica itinerante pelas regiões onde a Dália possui associados, também em andamento).

Contudo, a ênfase principal foi dada ao Projeto Sucessão Familiar, que se iniciou em 2012 com a primeira turma de alunos participantes e formados um ano mais tarde. De lá para cá foram três turmas constituídas no projeto e uma em andamento no momento, sob coordenação das aulas o professor e consultor Lucildo Alhert.

O assessor de Planejamento do Senar, Celso Furtado Júnior, explicou que a entidade promove um projeto similar em Minas Gerais e que a visita à Dália foi motivada pelo interesse de buscar informações para agregá-las ao curso já desenvolvido pelo Senar. “Nossa ideia é aproximar o Senar à Dália, através da troca de informações, pois a Dália está nos alimentando com conteúdo riquíssimo”, salientou, dizendo que cooperativas, principalmente as de leite, são as grandes clientes do Senar em Minas Gerais.
O gerente regional do Senar/Patos de Minas, Sérgio de Carvalho Coelho, manifestou-se impressionado com a receptividade de Piccinini e com o contexto da Dália Alimentos. “O que tivemos hoje aqui foi uma aula, uma tarde fantástica. A Dália é uma cooperativa que pensa no futuro e, com certeza, vamos levar e multiplicar essa ideia em Minas Gerais.”

Fonte: Ass. de Imprensa da Dália Alimentos
Foto: Carina Marques