Economia Estrela

Setor primário corresponde a 28,66% da economia do município

Reunião mensal do Conselho Agropecuário foi realizada na Câmara de Vereadores

Expectativa é aumentar a participação com novos empreendimentos em construção no interior

O setor primário representa 28,66% da economia do município de Estrela, com um valor agregado de R$ 277,2 milhões ao ano. A informação é do secretário da Agricultura, José Adão Braun. Presidente do Conselho de Desenvolvimento Agropecuário (Codae), ele revelou os números aos conselheiros, que estiveram reunidos na tarde de quarta-feira (08.05), na Câmara de Vereadores. A expectativa, segundo Braun, é chegar aos 35% no ano que vem, fruto de investimentos dos produtores e apoio do Governo Municipal aos novos empreendimentos.

Atualmente, conforme o secretário, 14 obras estão em andamento no interior, sendo cinco chiqueirões, três estábulos para confinamento de gado de leite, um aviário para postura e cinco para frango de corte. Estas construções totalizam em 26,8 mil metros quadrados e contam com incentivo da prefeitura no valor de até R$ 15,00 o metro quadrado. Os auxílios podem chegar a R$ 419 mil. Além destes, mais dois produtores já receberam licença ambiental para novos empreendimentos, mas as obras ainda não iniciaram. “É um auxílio substancial e importante da prefeitura, como forma de apoiar nossos produtores, além de outros que são concedidos pelo poder público”, frisa Braun.

Ele apresentou ainda outras ações da pasta, sempre com o objetivo de apoiar os produtores rurais. “Muito embora a crise econômica, os produtores seguem trabalhando e investindo”, ressaltou. Das atividades, falou sobre o mutirão nas estradas no interior, que tem a participação das secretarias de Obras e também da Agricultura. As vias estão recebendo limpeza, patrolamento e colocação de material. A prioridade, conforme Braun, são as estradas. Num segundo momento serão feitas melhorias nos acessos às propriedades.

Outro trabalho citado pelo secretário no encontro do Codae diz respeito à abertura de vias laterais nos aviários para acesso de caminhões, conforme exigência do Ministério da Agricultura. O serviço está praticamente concluído e está sendo executado pela prefeitura, cabendo aos produtores custear o frete do material. “Foi um compromisso assumido pelo Executivo, que estamos praticamente finalizando”, disse. Na reunião outros assuntos de interesse dos produtores foram abordados, como o atendimento veterinário por parte da prefeitura e trabalho sobre a qualidade do solo e a necessidade de que sejam feitas análises periódicas para a correção, quando necessário, apresentado pela Emater.

 

Texto e fotos: Paulo Ricardo Schneider
Assessoria de Imprensa Prefeitura de Estrela