Saúde Vale do Taquari Destaques Muçum

Situação da Covid-19 em Muçum preocupa autoridades

Muçum tem atualmente seis pacientes internados no Hospital Nossa Senhora Aparecida, em
decorrência de contraírem a Covid-19. Todos fazem o uso de oxigênio. Dois destes pacientes
estão na fila de espera, aguardando vaga em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), porém
sem previsão para a abertura de vagas.

Um paciente muçunense está internado na UTI do Hospital Beneficente Santa Terezinha, em Encantado. Segundo a direção do Hospital de  Muçum, o consumo de oxigênio cresceu desenfreadamente nos últimos dias. De sexta-feira
(26) para cá, já foram precisos 11 cilindros. O produto está sendo reposto pela distribuidora
responsável, que, por enquanto, está conseguindo repor.

O boletim epidemiológico atualizado pela Equipe de Saúde diariamente, aponta no momento
29 casos ativos e 18 suspeitos. Desde a última sexta-feira, até então, foram registrados 25
novos casos. O município de cerca de 5 mil habitantes já teve 9 óbitos pelo novo Coronavírus.
Em paralelo ao crescente número de casos, os profissionais de saúde se dizem esgotados e
impotentes de conter o avanço da doença no município.

Para a Chefe da Equipe de Saúde de Muçum, Mariéli Castoldi, falta apoio e conscientização da população. “É um ano que estamos orientando, a população sabe como se prevenir, mas falta responsabilidade. Acham que é
brincadeira e, assim, chegamos na fase mais crítica”, lamenta.

A enfermeira destaca que, no momento atual, qualquer pessoa que precisar de UTI, por
alguma outra doença, não vai encontrar. “Por exemplo, se alguém sofrer um acidente ou uma
doença mais grave, como um acidente vascular cerebral (AVC) ou uma parada
cardiorrespiratória, não vai encontrar UTI. Isso nos preocupa, as pessoas têm que se
conscientizar, se não isso não vai mudar”, salienta.

Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Muçum