Artigos - Saúde e Bem-estar

SUPLEMENTAÇÃO: OS PRÓS E CONTRAS DO SEU USO – por Eliana Giacobbo

Eliana Giacobbo (Foto: Divulgação)

Todos os seres vivos necessitam alimentar-se para sobreviver, não há vida sem alimento ou sem água. Mesmo que um indivíduo fique inerte, sem fazer nada e sem se mexer, ele está gastando energia que é utilizada para manter funcionando os órgãos vitais como o coração, o cérebro, o aparelho digestivo, enfim todas as células do corpo precisam de nutrientes e sem eles, todas elas morrem de inanição. A alimentação normal possui vários tipos de macro e micro nutrientes e estes possuem diversificadas funções na manutenção do organismo. Os macronutrientes são as proteínas, os carboidratos e as gorduras, sendo que as proteínas possuem um papel construtor, ou seja, fazem parte da estrutura das nossas células, transportam nutrientes, atuam na defesa do organismo entre muitas outras funções. Já os carboidratos são responsáveis para, principalmente, fornecer energia a todas as células do corpo humano e os lipídios também possuem, entre muitas funções, o armazenamento de energia, mas também colaboram para a absorção de vitaminas, é isolante térmico entre outras. As gorduras “boas” são encontradas principalmente em óleos vegetais e sementes e colaboram para diminuir o HDL (“colesterol ruim”) e são boa fonte de vitamina E. Os micronutrientes compreendem as vitaminas e os sais minerais que devem estar presente na alimentação diária, pois a baixa ingestão pode ocasionar doenças, ao passo que o excesso pode levar a intoxicações. Portanto a alimentação deve ser equilibrada tanto em macro como em micronutrientes.

Os suplementos alimentares são fontes de micro ou de macronutrientes para necessidades especificas, e são encontrados em forma de pó, líquidos, cápsulas ou comprimidos. Possuem o objetivo de suprir as necessidades de atletas que requerem grandes quantidades nutrientes para suas necessidades diárias, ou para complementar a alimentação de pessoas com alguma doença que as impedem ingerir alimentos sólidos, para complementar uma alimentação com dieta restrita com o objetivo de eliminação de peso, para ganho de peso entre outros. Pessoas que pretendem eliminar peso muitas vezes diminuem drasticamente o consumo de alimentos sólidos para diminuir a ingestão de calorias e então podem começar a sentir fraqueza e é neste momento que deve existir uma suplementação alimentar, pois o organismo que não tem disponível todos os nutrientes começa a enfraquecer. É sempre importante tomar cuidado com alguns ditos suplementos alimentares, pois nem todos cumprem o que prometem, como algumas barras de cereais que possuem elevada quantidade de gorduras saturadas, hidrogenadas e açúcar simples em sua composição. As barras de cereais ou de proteínas podem ser uma ótima opção de alimento para se levar na bolsa para alguns momentos que a fome chega e é preciso comer algo, mas não são indicadas para serem consumidas diariamente e isso também pode ser dito sobre shakes. É também importante lembrar que nenhum suplemento substitui uma alimentação balanceada, colorida, diversificada, mais natural e feita na hora, pois os nutrientes de uma alimentação preparada com ingredientes novos e frescos mantêm as vitaminas e os sais minerais mais presentes na refeição e na forma sua forma mais completa. Portanto é importante procurar ajuda de um profissional especializado na hora de utilizar suplementos alimentares. Com esta atitude podemos evitar colocar em risco a saúde ou ter gastos desnecessários com produtos que não fornecem nenhum resultado e ainda aproveitar um bom suplemento alimentar para melhorar a disposição e qualidade de vida.

Este artigo foi elaborado em conjunto Alexei Giacobbo (profissional de Educação Física).

Eliana Giacobbo – Nutricionista Coach de Emagrecimento