Vale do Taquari Meio Ambiente RS

Taquari-Antas: grupo apura dados sobre esgotamento sanitário

Ação abrange os 120 municípios que compõem a bacia e vai sugerir planos para reduzir poluição

O Grupo de Usuários da Água – Categoria Esgotamento Sanitário – do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica Taquari-Antas, reuniu-se na manhã desta quinta-feira (11.04), em Estrela, para compartilhar experiências locais e informações da situação do esgotamento sanitário nos 120 municípios que compõem a bacia. O objetivo da iniciativa, conforme o secretário do Meio Ambiente de Estrela, Hilário Eidelwein, que faz parte do grupo, é divulgar a função do comitê e atualizar os dados dos municípios, identificando o percentual de esgoto tratado. A partir das informações colhidas, segundo ele, serão solicitadas ações aos municípios.

Eidelwein explica que Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente, de 2005, estabeleceu a classificação dos “corpos de água” (rios, arroios) segundo a qualidade requerida para seus usos preponderantes. O Rio Taquari, na região de Estrela e Lajeado, por exemplo, foi enquadrado na classe 4, cujas águas podem ser destinadas somente para navegação e harmonia paisagística. “O Comitê Taquari-Antas aprovou que esta classe deve chegar a 2 até 2022. Considerando que o esgoto doméstico é um dos maiores causadores da poluição do rio, é preciso trabalharmos para ampliar o tratamento e atingir esta meta”, disse.

Eidelwein lembra que a responsabilidade pelo tratamento de esgoto é dos municípios, independente de ter conveniado ou não com a Corsan. “Se queremos uma qualidade de vida melhor, temos que começar pela água”, enfatiza o secretário. Conforme ele, atingir a classe pretendida pelo Comitê Taquari-Antas dependerá de ações das prefeituras, empresas e comunidade em geral.

No próximo dia 26 de abril, em reunião do Comitê, os primeiros resultados do trabalho devem ser apresentados. O Grupo de Usuários da Água tem oito membros, sendo titulares os representantes dos municípios de Estrela, Muçum, Venâncio Aires e Caxias do Sul (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto – Samae), e como suplentes os de Guaporé, Teutônia, Bento Gonçalves e Farroupilha.

 

 

Texto: Paulo Ricardo Schneider
Assessoria de Imprensa Prefeitura de Estrela