Saúde Brasil RSS Destaques

Testes rápidos para dengue e chikungunya são incluídos na tabela do SUS

As doenças são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti (Foto: Divulgação)
As doenças são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti (Foto: Divulgação)

O Ministério da Saúde incluiu os testes rápidos de dengue IgM/IgG e de chikungunya IgM na tabela de procedimentos, medicamentos, órteses, próteses e materiais especiais do Sistema Único de Saúde (SUS). A medida está prevista na Portaria 1.313/2017, publicada no Diário Oficial da União (DOU) na quinta-feira (10).

A publicação aponta que foram disponibilizados dois milhões de testes rápidos imunocromatografia qualitativa para dengue e 1 milhão para Chikungunya a Estados e a Municípios. As doenças são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Caberá à Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde a adoção das providências necessárias no sentido de adequar o Sistema de Gerenciamento da Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS, implantando as alterações definidas pela Portaria.

O teste possibilita que a pessoa que vai tirar o sangue saiba imediatamente se está com dengue ou chikungunya. O exame deverá ser realizado em pessoas que tiverem sintomas da doença e que tenha indicação médica.

Texto: Ascom CNM