Educação Teutônia

Teutônia sediou Conferência Estadual de Professores Orientadores de Cooperativas Escolares

Conferência reuniu mais de 250 professores de 70 municípios gaúchos (CRÉDITOS DAS FOTOS: Larissa Santos)

Evento ocorreu na quarta-feira na Associação Pro-Desenvolvimento, reunindo mais de 250 professores de 70 municípios gaúchos 

Com o tema “Compartilhar vivências, experiências e conhecimento sobre as Cooperativas Escolares”, Teutônia sediou na quarta-feira, dia 21 de agosto, a 2ª Conferência Estadual de Professores Orientadores das Cooperativas Escolares. O evento reuniu mais de 250 professores de 70 municípios gaúchos na Associação Pró-Desenvolvimento do Bairro Languiru.

Realizada pela Casa Cooperativa de Nova Petrópolis, com apoio do Sescoop/RS e Sicredi, a conferência oportunizou a troca de aprendizados, além de agregar as práticas que possam servir de exemplos e inspiração. As 10 cooperativas escolares de Teutônia estiveram representadas pelos seus professores orientadores e pela Secretaria de Educação.

Os professores participaram de mini palestras de 15 minutos, que abordaram o tema “Ideias que merecem ser disseminadas”, trazendo exemplos reais de cooperativismo nas escolas e suas formas de construir comunidades mais participativas. Além disso, ocorreu a palestra “A importância da mediação na e para práxis pedagógica”, ministrada pelo pedagogo Lui Nörnberg. Já o professor Pablo Silveira abordou as “Interfaces entre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e as Cooperativas Escolares”.

Os professores puderam participar de salas temáticas sobre Introdução ao Cooperativismo Escolar; Mediação na Cooperativa Escolar; Objeto de Aprendizagem – criatividade e inovação –; e Gestão Financeira na Cooperativa Escolar. Os orientadores puderam escolheram os temas estudados de acordo com os interesses de suas cooperativas.

Conforme o presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação no Rio Grande do Sul e secretário de Educação de Estrela, Marcelo Augusto Mallmann, as cooperativas escolares são extrema importância no contexto escolar. “Elas são muito relevantes no processo de aprendizagem dos alunos. O grande ensinamento das cooperativas é o fato de trabalhar em conjunto, solucionando desafios de forma coletiva, além de estimular a educação financeira, planejamento de atividades, entre outros benefícios”, frisou.

Segundo a secretária de Educação de Teutônia, Rosana Schneider Rührwiem, através das cooperativas escolares o município reforça e mantém a sua tradição do cooperativismo. “Através das cooperativas escolares, fomentamos nos jovens os princípios do cooperativismo – adesão voluntária, democracia, associativismo, autonomia, intercooperação, educação e compromisso com a comunidade – e de lideranças, que construirão um futuro melhor”, frisou.

Para a coordenadora pedagógica da Secretaria de Educação de Teutônia, Arminda Regina Mariani Hepp, a conferência vai ao encontro do fato do município ser a Terra do Cooperativismo. “Foi um momento ímpar de formação, para que possamos nos sentir cada vez mais motivados com a iniciativa, que tem trazido reflexos positivos tanto nas escolas quanto nas comunidades em que as cooperativas escolares atuam. Afinal, são reforçados e resgatados valores importantes para essas lideranças do futuro. E como somos a Terra do Cooperativismo, essa conferência veio ao encontro daquilo que já tem em nossa essência”, ressaltou.

Teutônia conta atualmente com 10 cooperativas escolares, sendo sete de escolas da rede municipal. O trabalho é coordenado pela Sicredi Ouro Branco pela assessora de Relacionamento Margarete Elisa Mallmann e assistente de Relacionamento Raquel Schwingel, em parceria com a Secretaria de Educação. A iniciativa ainda recebe o suporte do coordenador dos projetos das cooperativas escolares da região, Everaldo Marini.

As cooperativas escolares são associações de estudantes com finalidade educativa, podendo desenvolver atividades econômicas, sociais e culturais em benefício dos associados. Tem como principal objetivo, oportunizar aos jovens uma formação que contribua com o desenvolvimento de futuros líderes, gestores, empreendedores e cidadãos com senso de responsabilidade e participação, através da vivência de um modelo cooperativo sustentável.

  

 

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer
Assessoria de Imprensa Prefeitura de Teutônia