Coronavírus Saúde Vale do Taquari Destaques Estrela Lajeado

União habilita 20 leitos de UTI Covid no Vale

Estrela e Lajeado aguardavam publicação oficial, que viabiliza recursos para pagamento de diárias e manutenção dos espaços

Vinte novos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento de pacientes infectados com o coronavírus (Covid-19) foram habilitados pelo Ministério da Saúde na região, por meio de portaria publicada no Diário Oficial ontem. São dez em Estrela, no Hospital Estrela, e dez em Lajeado, no Hospital Bruno Born. Ambas as cidades aguardavam a liberação do Ministério, uma vez que as diárias estavam sendo pagas com recursos próprios.

Até a liberação por parte do Governo Federal, os municípios estavam realizando o custeio dos leitos para que o atendimento aos pacientes fosse imediato. Os leitos, que já estão prontos, foram habilitados por meio do repasse de R$ 34,8 milhões, pago em parcela única. Além de Estrela e Lajeado, 22 outros municípios do Estado estão na lista.

Conforme a Secretaria de Saúde do Estado, parte desses hospitais está localizada em cidades com gestão plena do Sistema Único de Saúde (SUS), sendo administrados pelas prefeituras. Outro grupo é contratualizado com a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul. O repasse é destinado ao custeio e à manutenção das diárias dos leitos, por 90 dias. O Fundo Nacional de Saúde fará a transferência dos valores ao Fundo Estadual da Saúde e aos Fundos Municipais de Saúde, responsáveis pela distribuição das verbas pelo SUS.

De acordo com o governador Eduardo Leite, parte dos leitos já havia sido habilitada pelo Governo do Estado, incluindo o pagamento de despesas. “Nós não podíamos ficar esperando o Ministério da Saúde, que estava demorando a liberar o aporte. Agora, esse repasse está assegurado, dando mais tranquilidade aos hospitais e, também, à população”, destacou durante transmissão nas redes sociais.

Para a secretária de Saúde, Arita Bergmann, a habilitação dos leitos é muito importante, porque o Estado vinha aguardando desde metade de abril a confirmação oficial. Segundo Arita, muitos dos leitos de UTI que já estavam prontos, equipados, com recursos humanos disponíveis, inclusive já atendendo pacientes Covid-19. “Sem dúvidas, esses novos leitos, de gestão municipal e estadual, significam a garantia de acesso à população”, destaca.

 

Leitos na região

Prefeito de Estrela, Carlos Rafael Mallmann, diz que a publicação no Diário Oficial da União foi uma grata surpresa. Em entrevista na semana passada ao jornal O Informativo do Vale, Mallmann falou que a expectativa é que demorasse em torno de um mês para que o Ministério da Saúde realizasse a habilitação dos dez leitos do Hospital Estrela. “Nos assustamos um pouco com a saída do Ministro da Saúde, porque, com isso, poderia demorar ainda mais. Porém, parece que tudo estava pronto, só faltava publicar”, salienta.

Para o prefeito, a habilitação dos leitos é muito importante, uma vez que o município receberá uma ajuda financeira considerável para que os custos e para a manutenção das despesas. “Nos dá tranquilidade para trabalhar e, também, colocar os leitos à disposição da nossa comunidade”, frisa. O custeio das diárias foi coberto pela Administração Municipal até a habilitação oficial feita pelo Ministério da Saúde.

Conforme o prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, o município aguardava a habilitação de leitos do Hospital Bruno Born (HBB) desde 20 de março. O município, com recursos próprios, pagou as diárias, totalizando quase dois meses. Para Caumo, a habilitação por parte do Ministério da Saúde é muito importante, “porque é um suporte fundamental para a manutenção dos hospitais neste período”, ressalta.

O prefeito explica que o repasse é ainda mais importante, tendo em vista que neste período surgem demandas inesperadas em decorrência da pandemia de Covid-19 e, por outro lado, despenca a demanda dos serviços de rotina, como exames e consultas eletivas

 

 

FONTE: O INFORMATIVO