Saúde RS Mato Leitão

Unidades de saúde oferecem testes de hepatite


Julho foi adotado como mês de luta e prevenção da doença, sendo chamado de ‘Julho Amarelo’ (Foto: Reprodução/Google)

Hepatites são doenças que requerem a preocupação dos profissionais de saúde, pois são vírus de fácil contaminação. Julho foi adotado como mês de luta e prevenção da doença, sendo chamado de ‘Julho Amarelo’. A Organização Mundial de Saúde tem como objetivo a eliminação da hepatite C até 2030.

A Secretaria Municipal de Saúde de Mato Leitão confirmou uma ação especial neste mês com a oferta de testes rápidos de hepatite e outras infecções sexualmente transmissíveis. É rápido, gratuito, sigiloso, pode ser agendado ou realizado na hora, em todos os turnos de atendimento. A Unidade Básica de Saúde (UBS) Central realiza os testes até 19h30min, sem precisar ser agendado.

A Hepatite A, que tem o maior número de casos, está diretamente relacionada às condições de saneamento básico e de higiene. A do tipo B, atinge maior proporção de transmissão por via sexual e contato sanguíneo. A melhor forma de prevenção para a hepatite B é a vacina, associada ao uso do preservativo.

A hepatite C é a inflamação do fígado transmitido principalmente através do contato com sangue contaminado. Dependendo da intensidade e tempo de duração, a infecção pelo vírus C pode levar a cirrose e câncer do fígado. A falta do conhecimento da existência da doença é o grande desafio, por isso a recomendação é que todas as pessoas façam o teste.

Quem precisa

Pessoas submetidas a transfusão antes de 1993; pessoas submetidas a procedimentos cirúrgicos, dentários, injeções nas décadas de 70 e 80 (com mais de 40 anos); pessoas com tatuagens e piercings; comunicantes sexuais e domiciliares de portadores de vírus B e vírus C da hepatite; usuários de drogas; risco sexual; privados de liberdade; infecção de HIV; nefropatia crônica ou em diálise; trabalhadores área da saúde.

Texto: Ascom Mato Leitão