Santa Clara do Sul Rural - Agricultura

Vacinação contra aftosa é prorrogada até 17 de junho

Produtores com até dez animais devem retirar as vacinas na Secretaria da Agricultura (Foto: Divulgação)
Produtores com até dez animais devem retirar as vacinas na Secretaria da Agricultura (Foto: Divulgação)

A primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa, inicialmente prevista para terminar em maio, foi prorrogada até 17 de junho. A aplicação das doses é obrigatória para todos os bovinos e bubalinos. Para serem beneficiados, os produtores rurais precisam ter declaração de aptidão do Programa Nacional de Apoio à Agricultura Familiar (Pronaf).

Os produtores com até dez animais devem retirar as vacinas na Secretaria da Agricultura (Posto Veterinário). Os demais precisam comprar as doses necessárias para a vacinação do rebanho em casas agropecuárias credenciadas pela Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Irrigação (SEAPI). Após, o agricultor deve comprovar a vacinação apresentando a Nota Fiscal de compra e a declaração da quantidade de animais vacinados, por categoria, na Secretaria da Agricultura.

Aqueles que deixarem de comprovar a vacinação serão autuados, conforme determinação do Decreto Estadual nº 52.434/15, e terão sua propriedade interditada até a regularização dos procedimentos.

Texto: Portal Região dos Vales/Ascom Santa Clara do Sul