Saúde RSS Estrela

Vacinações contra Meningite C e HPV terão roteiro por escolas estrelenses

Meninas já foram vacinadas pelo HPV em 2014 e 2015 (Foto: arquivo/Prefeitura)
Meninas já foram vacinadas pelo HPV em 2014 e 2015 (Foto: arquivo/Prefeitura)

Dentro do calendário 2017 de vacinações do Ministério da Saúde, intensifica-se a imunização contra a Meningite C, para meninos e meninas, e contra o HPV (Papiloma Vírus Humano) para garotos, a novidade deste ano. Neste processo, a Secretaria Municipal de Saúde de Estrela, em parceria com a Secretaria de Educação, programa um roteiro de visitas às escolas do município. Com isso buscará agilizar e facilitar a vacinação, abrangendo o maior número de crianças e jovens. Meta é vacinar mais de 700 estudantes contra cada uma das doenças dentro das faixas etárias preconizadas.

Para facilitar o acesso dos jovens às duas vacinas, está sendo elaborado um cronograma de vacinação nas escolas do município. A primeira delas será a Escola Estadual de Educação Básica (EEEB) Nicolau Müssnich, na Boa União, dia 20. “A vacinação ocorrerá com a autorização dos pais, pois as escolas enviarão bilhete para que possam preencher o formulário de autorização”, destaca Carmen Hentschke, coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Estrela. “E a escola é um facilitador pois é feita na presença dos amigos, um incentiva o outro, encoraja e chama a atenção daqueles que por algum motivo não a realizaram.”

HPV
Em 2017 o Ministério da Saúde incluiu a vacinação quadrivalente contra o Papilomavírus humano (HPV) nos meninos, inicialmente dos 11 aos 14 anos. O HPV nos homens é responsável pelos cânceres de pênis, anus, orofaringe e verrugas genitais. A vacinação das meninas iniciou em 2014, inicialmente nas escolas e agora é realizada a partir dos 9 anos nas unidades de saúde. Nas mulheres o HPV é o maior responsável pelo câncer de colo uterino. “As meninas e jovens do nosso município foram vacinadas em 2014 e 2015, também numa parceria idêntica com o setor da Educação”, explica Carmen Hentschke. “Como a vacina contra esta doença tem quatro anos de imunidade, em 2017 apenas os meninos entre 11 e 14 anos que serão imunizados nas escolas”, explica ela.

Mas a vacinação para as meninas continua, pois é uma ação de rotina do Programa de Imunizações. “Como acreditamos que em 2014 e 2015 vacinamos todas as que entram nestas faixas etárias, devem ser poucos os casos das que agora necessitam da vacina. Algumas exceções, como as que não foram à aula no dia, que vieram de outro município ou que agora estejam entrando na faixa etária dos 9, 10 anos. Isso não impede que os pais destas crianças e jovens procurem diretamente os postos na busca pela vacinação, mas será necessária a comprovação da idade”. Todas as salas de vacinação do Estado estão abastecidas da vacina HPV.

Meningite
Também foi liberada a vacinação contra Meningite C para os adolescentes de 12 e 13 anos (meninos e meninas). Até 2016, a meningite C estava disponível apenas para crianças entre três meses e quatro anos. A meningite C é um tipo de meningite bacteriana causada pela Neisseria meningitidis. Essa doença continua sendo identificada como a de maior frequência nos postos de saúde do País (cerca de 60 a 70% dos casos). É caracterizada pela inflamação das meninges, apresenta rápida evolução, gravidade, pode deixar sequelas ou levar à morte.

As escolas já agendadas
20/06 – Escola Estadual de Educação Básica Nicolau Müssnich – Boa união
21/06 – Emef Ruth Markus Huber – Lot. Popular no Boa União
26/06 – Emef Pedro Jorge Schmidt – Delfina
28/06 – Emef Pinheiros – Pinheiros
04/07 – Emef Leo Joas – Indústrias
05/07 – Emef José Bonifácio

Texto: Ascom Estrela