Destaques Turismo

Vale do Taquari fica em terceiro lugar entre as regiões ofertadas com operadoras turísticas do Brasil

Resultado positivo se dá pelo trabalho coletivo através da AMTURVALES (Foto: Imagem Aerea RS Produções)
Resultado positivo se dá pelo trabalho coletivo através da AMTURVALES (Foto: Imagem Aerea RS Produções)

Na última semana foi apresentada a lista com os municípios e regiões gaúchas mais ofertadas com 83 operadoras turísticas do Brasil. Os dados, divulgados pelo Observatório de Turismo do Rio Grande do Sul, são referentes ao ano de 2017 e apontam que o Vale do Taquari está ocupando a 3º posição no ranking, ficando abaixo apenas dos dois principais destinos turísticos do estado, a Serra Gaúcha, através das regiões turísticas Hortênsias, Uva e Vinho e Campos de Cima da Serra, e Porto Alegre, os destinos mais bem posicionados no mercado no ano passado.

O estudo, realizado entre novembro e dezembro, tem por objetivo monitorar o posicionamento dos destinos turísticos gaúchos no mercado nacional, oferecendo aos municípios subsídios para a gestão do processo de comercialização. Todavia, trata-se apenas da oferta de produtos e não necessariamente da aquisição dos mesmos.

Na amostra foram consideradas a Pesquisa Anual de Conjuntura Econômica do Turismo-PACET, da Fundação Getúlio Vargas – FGV, em relação ao faturamento; critérios constantes no Plano de Marketing do Turismo do Rio Grande do Sul 2012/2015 – SETUR; Cadastro da Associação Brasileira de Agências de Viagens – ABAV RS; Cadastro da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo – BRAZTOA; Cadastro do Sindicato das Empresas de Turismo no Rio Grande do Sul – SINDETUR. Levando em conta sempre o período atual de análise e o mesmo período no ano anterior.

Conforme o presidente da Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (AMTURVALES), Rafael Luiz Fontana, o número positivo é resultado dos esforços e trabalhos realizados de forma coletiva através associação. “Em 2014, a AMTURVALES tinha como objetivo estar entre os três primeiros destinos turísticos do estado, sendo reconhecido pelo acolhimento, hospitalidade e diversidade étnica e cultural. Essa pesquisa mostra que estamos no caminho certo”, destaca.

A região conta com 11 rotas e roteiros turísticos que envolvem riquezas culturais, históricas, naturais, religiosas, gastronômicas, eventos variados, entre outros. Segundo Fontana, atrativos e serviços de apoio ao turista não faltam. “É um fator importante para trazer cada vez mais visitantes. Além disso, temos a hospitalidade e simpatia de seus habitantes”, enfatiza.

De acordo com Fontana, anualmente, nota-se um crescimento constante no número de turistas que visitam o Vale do Taquari, refletindo em investimentos em hotéis, serviços de alimentação entre outros e, dessa forma, qualificando os produtos turísticos e gerando oportunidades de trabalho. “O turismo, como negócio em algumas cidades, é a principal fonte de atratividade de clientes para pequenas e médias empresas, como bares, pousadas, parques, entretenimentos e toda uma cadeia de produtos e serviços diretos e indiretos que aquecem a economia local, gerando emprego e renda”, afirma.

Todavia, ele reforça que é preciso um trabalho constante e coletivo, uma maior participação dos empreendedores para que os resultados futuros sejam ainda melhores. “Existem inúmeras iniciativas de turismo na região, mas ainda assim é preciso diálogo, planejamento, estrutura organizacional, investimentos, políticas públicas, enfim, ações que movimentem o processo. A AMTURVALES trabalha há anos com esse foco, mas em comparação com os dois destinos líderes, precisamos evoluir muito ainda”, almeja.

Texto: Portal Região dos Vales