Artigos - Saúde e Prevenção

“Valorize a vida” por Marisa Mariotti, Cristiane dos Passos Mazzarino e Gabriela Tonini Bertoldi

Marisa, Cristiane e Gabriela
Marisa, Cristiane e Gabriela

O que é suicídio? Ato intencional de matar a si mesmo, tirar sua própria vida. Sua causa mais comum é um transtorno mental, psicológico, o uso abusivo de drogas, depressão e alcoolismo. Além disso, as dificuldades financeiras ou emocionais também tem um fator significativo, normalmente já agregado a um dos fatores citados acima. Trata-se de uma das principais causas de morte entre adolescentes e adultos com menos de 35 anos de idade.

Causas: o comportamento suicida está associado com a impossibilidade do individuo identificar alternativas viáveis para a solução de seus conflitos, optando pela morte como resposta de fuga da situação estressante.

Ideação suicida: existem vários comportamentos que indicam a possibilidade de ideação suicida. Dentre eles o relato de querer desaparecer, dormir para sempre, ir embora e nunca mais voltar e ainda o desejo de morrer. Tudo isso, mesmo quando falado em tom de brincadeira, deve ser considerado indício significativo e precisa ser levado a sério. Quanto mais comportamentos indicativos, mais provável a ideação e a necessidade de intervenção, com ajuda de um profissional qualificado.

Outros motivos que merecem alerta:
*distúrbio do sono
*transtornos alimentares
*descaso com higiene e cuidados pessoais
*toc, ataques de pânico, transtornos de ansiedade
*tristeza
* abuso álcool, drogas

Prevenção: segundo diversos especialistas a prevenção ao suicídio não deve ser apenas uma preocupação exclusiva dos médicos, e sim de todos os profissionais de saúde, segurança e da comunidade. Informações podem ser obtidas nos Postos de Saúde, caps, família e escola. A qualquer sinal é importante procurar ajuda em um desses órgãos. Fique atento!

Enfermeira Marisa Mariotti que tem Pós Graduação em Saúde Pública; técnica de enfermagem Cristiane dos Passos Mazzarino  e a farmacêutica do SUS Gabriela Tonini Bertoldi