Venâncio Aires Economia Emprego Lajeado

Venâncio Aires e Lajeado lideram crescimento de emprego nos Vales

Extras 39ª Expointer

Os Municípios de todo o país enfrentaram uma grande crise, entre 2015 e 2016, que afetou diversos setores, impactando diretamente as oportunidades de trabalho. Nos últimos dois anos, a gangorra da economia iniciou um movimento de crescimento e conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), na região dos Vales, Venâncio Aires e Lajeado lideram a recuperação do saldo de empregabilidade. Os números mostram que ambas cidades conquistaram entre 2017 e 2018 mais de 50% do número que perderam na crise.
Analisando o relatório do CAGED, o Secretário Municipal de Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo, Nilson Lehmen, que esteve reunido com o Prefeito Giovane Wickert e com o Coordenador do Sine Adriano Costa, afirma que Venâncio Aires está na curva crescente, já que teve um aumento de 222 vagas entre 2017 e 2018. No período da crise, a Capital Nacional do Chimarrão perdeu 381 oportunidades. O aumento está acima de 50% como também a cidade de Lajeado que perdeu 1.251 vagas entre 2015 e 2016 e conseguiu recuperar 979. Já Santa Cruz do Sul perdeu 2.159 e recuperou apenas 988, no mesmo período, ou seja, não chegando a conquistar 50% das vagas. Um ano antes da crise, em 2014, Santa Cruz do Sul teve saldo positivo de empregabilidade de 1.130, já Lajeado de 1.396 e Venâncio Aires ficou apenas com 130.

Venâncio Aires e Santa Cruz do Sul são conhecidas pelas dificuldades que enfrentam devido a sazonalidade das vagas geradas nas empresas fumageiras e acabam despontando sempre como cidades que mais empregam e também que mais desempregam, porém, mesmo com o diferencial da safra do fumo, Venâncio Aires teve um saldo positivo de 1.454 na variação absoluta entre os anos de 2011 e 2018.

Conforme Lehmen a perspectiva Venâncio-airense é seguir crescendo com a retomada da economia. “Acreditamos que vamos conseguir aproveitar a retomada da economia nacional para projetarmos o novo Distrito Industrial. Com o Programa Venâncio Sem Fronteiras e com a posição estratégica da cidade que une os Vales, estando apenas 130km de Porto Alegre, vamos conseguir quebrar estas barreiras que prendem Venâncio Aires no ostracismo e continuar avançando acima da média regional”.

 

EXPOAGRO AFUBRA

Nesta terça-feira, 26, Wickert e Lehmen estiveram visitando os empresários e os produtores rurais de Venâncio Aires que estão expondo na 19ª edição da Expoagro Afubra. O setor agrícola é um importante braço da economia da Capital Nacional do Chimarrão e que possibilita grandes avanços seja com o pequeno agricultor e empreendedor da agroindústria familiar seja com empresários que apostam na inovação do campo para o crescimento.

 

 

Assessoria de Imprensa de Venâncio Aires