RS RSS Polícia

Viagem Segura de Navegantes terá cinco dias de fiscalização intensa

A operação começa à zero hora desta quarta-feira (1°) e segue até a meia-noite de domingo (5) (Foto: Divulgação Detran RS)
A operação começa à zero hora desta quarta-feira (1°) e segue até a meia-noite de domingo (5) (Foto: Divulgação Detran RS)

O Detran, a Polícia Rodoviária Federal, a Brigada Militar e o Comando Rodoviário da BM estão mobilizados para a Viagem Segura de Navegantes, que começa à zero hora desta quarta-feira (1°). A 69ª edição da operação estende-se até a meia-noite de domingo (5), com especial atenção para o Litoral, onde estará acontecendo, também, um festival de música na praia de Atlântida.

Além da fiscalização nas rodovias, a Balada Segura estará trabalhando no Litoral para prevenir acidentes provocados pelo consumo de álcool. A saída para o feriadão, no final da tarde de quarta-feira (1º), também será monitorada na capital, com a Megablitz da Brigada Militar, Detran, EPTC e Polícia Civil.

Acidentes
Segundo levantamento realizado pelo Detran, entre janeiro de 2007 e outubro de 2016, a média dos 15 feriados ou datas festivas em que é realizada a operação foi de 6,5 mortes por dia. No feriado de Navegantes, a média é um pouco mais baixa: 5,5 mortes/dia. No ano passado, foram 26 vítimas durante os cinco dias do feriado, considerando as que vêm a óbito até 30 dias pós-acidente. Avaliando a média geral da acidentalidade no estado, a análise mostra que 60% das vítimas fatais são de acidentes que ocorreram em rodovias, contra 40% em vias municipais.

Infrações
A Viagem Segura somou nas suas 68 edições anteriores mais de 4,6 milhões de veículos fiscalizados e quase 751 mil infrações registradas. Foram recolhidos 74,1 mil veículos e 19,6 mil carteiras de habilitação em situação irregular. No período, foram aplicados quase 142 mil testes de etilômetro, que resultaram em 14,5 mil infrações por alcoolemia, 10,2% do total de abordados (incluindo os condutores que recusaram o teste). Mais de 5,3 mil foram enquadrados também em crime de trânsito (3,7%) por terem resultado igual ou superior a 0,3 miligrama de álcool por litro, no teste do etilômetro, ou por apresentarem visíveis sinais que indicaram alteração da capacidade psicomotora.

Sobre a Viagem Segura
Com cinco anos completados no último feriado de 15 de novembro, a Operação tem como principais parceiros a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Brigada Militar (BM), o Comando Rodoviário da BM (CRBM), o Detran e a Polícia Civil. Também colaboram órgãos de trânsito municipais, ANTT, Cetran/RS, EGR, Famurs, Setcergs, Fecam e Metroplan, além de representantes da sociedade civil, como o Lions Club.

Texto: Ascom RS