Artigos - Educação

“Você é copo cheio ou copo vazio?” – por Luciano Fontana

Luciano Fontana (Foto: Divulgação)
Luciano Fontana (Foto: Divulgação)

Imagine que você esteja percorrendo um caminho longo, com alguns obstáculos que lhe exigem esforço para serem ultrapassados, tudo isso debaixo de um sol forte e temperaturas altas. Você chega a um determinado percurso deste caminho e avista dois copos sobre uma mesa. Um deles está cheio e o outro vazio. Qual dos copos você escolhe para matar a sua sede?

Com certeza será o copo cheio. Mas muitas pessoas estão querendo saciar a sede com o copo vazio. No momento atual em que nos encontramos, com altas taxas de desemprego, com a economia estagnada, o mercado de trabalho se torna mais exigente e as empresas precisam contratar pessoas com o copo cheio, para saciarem a sede de crescimento e que consigam resolver as dores que estão enfrentando.

O problema é que há poucas pessoas com o copo cheio sem emprego, e há muitas pessoas com o copo vazio precisando de emprego. E aqui está o problema, as empresas acabam não contratando o candidato a vaga por não terem a segurança de que ele irá suprir a demanda que a empresa tem.

E a cada ano novos jovens ingressam no mercado de trabalho, aumentando a concorrência por uma vaga de emprego. Novamente o problema é que a maioria chega também com o copo vazio, e essa situação só faz aumentar o índice de pessoas desempregadas.

Para evitar essa situação, nada agradável, precisamos começar a encher o nosso copo mais cedo. É necessário que o jovem que ainda está na escola comece a se qualificar, busque informações sobre o emprego que deseja, conheça a realidade do mercado no qual irá ingressar, aprimore suas habilidades, saiba como pode evoluir, se interesse em buscar aperfeiçoamento e não espere que seu emprego dos sonhos venha ao seu encontro.

Nesse sentido, é importante sabermos o que queremos. Precisamos trabalhar nosso autoconhecimento. As perguntas a seguir podem te ajudar a clarificar um pouco mais sobre a pessoa que você é, e a pessoa que quer se tornar, reflita e responda para si mesmo:

Qual é a sua vocação? Que tipo de trabalho te realizaria profissionalmente? O que você faz bem? O que você gosta de fazer? O que você não gosta de fazer? Qual é o teu diferencial? Quais são os teus desejos profissionais? E pessoais? Qual é o seu maior sonho? Quem você quer se tornar? Os conhecimentos que você adquiriu até hoje são suficientes para que alcance seus objetivos? O que mais você deve buscar? Que conhecimentos lhe faltam?

Analise em que nível está seu copo, cheio, pela metade ou totalmente vazio. O que você precisa fazer para enchê-lo. As pessoas de copo cheio são referências em seu meio, a todo o momento são procuradas para resolver problemas, dar conselhos, ensinar métodos. Estão nos melhores empregos e ganham os melhores salários. Mas um dia, também começaram com o copo vazio.

Então, quem você quer ser? Copo vazio ou Copo cheio?

Se você concorda, discorda ou tem uma opinião diferente, ou quiser compartilhar seus objetivos e sonhos, mande um e-mail para luciano@lumeoline.com.br. Terei o prazer em lhe responder e trocar novas ideias. Um forte abraço e até a próxima.

Luciano Fontana:
Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS (2005); Formado em Gestão e Liderança pela Escola de Executivos e Negócios do Instituto Albuquerque (2010); Formado em Professional and Self Coaching, Leader Coach e Analista Comportamental pelo Instituto Brasileiro de Coaching – IBC (2012). Pós Graduado em Gestão Educacional pela UNISEB (2015). Empresário e Sócio – Fundador da Lume Centro de Educação Profissional, com experiência de mais de 12 anos atuando nas áreas de Liderança, Gestão de Pessoas e Equipes, Vendas, Administração e Finanças.