Artigos - Geral

“Você gerencia a sua carreira?” – por Márcia Sehn

Márcia Sehn (Foto: Divulgação)
Márcia Sehn (Foto: Divulgação)

A carreira é um patrimônio pessoal que deve ser cuidadosamente avaliado e não se pode deixar simplesmente que a vida vai levando. Ainda há muitos profissionais que esperam pelas empresas, para que elas invistam em suas qualificações. A carreira é um bem valioso demais para ser entregue a terceirização. Deve ser prioridade do profissional o seu próprio desenvolvimento.

Dois fatores podem impactar direta ou indiretamente na construção da carreira se não forem administradas corretamente. São eles: família e sociedade.

A família tem papel importante no momento da escolha profissional e do restabelecimento da carreira, podendo atuar de forma a apoiar ou impedir. Já a sociedade influencia de acordo com os aspectos da região em que o indivíduo se encontra. Essas características vão desde o clima até expectativas de crescimento da profissão. Porém, há interferências de grupos e classes sociais, que procuram demonstrar qual atividade garantirá uma alavancagem na carreira e qual não dará futuro.

Gerir a própria carreira não é uma tarefa fácil, uma vez que os profissionais devem assumir ativamente o planejamento do seu futuro profissional. A necessidade de um autoconhecimento é fundamental, pois serve como referência para as escolhas profissionais que a pessoa fará ao longo de sua vida, levando à autorrealização.

Conhecer a si mesmo é essencial em vários campos da sua vida. É importante para a parte profissional saber os próprios pontos fortes e fracos. E ter certeza da própria personalidade ajuda no planejamento da sua carreira. Isso é uma ótima forma de evitar decisões erradas que podem atrapalhar seu caminho para o sucesso.

Elimine a possibilidade de você aceitar trabalhos que não combinem com o seu perfil. Você estará ciente que aquela oportunidade pode ser muito boa, porém não será feliz exercendo aquela função, por exemplo.

O autoconhecimento faz você compreender melhor suas habilidades e descobrir quais precisam evoluir. Principalmente, aquelas que vão colaborar para o seu crescimento profissional: se elas estão relacionadas com o seu objetivo de carreira, trabalhe para melhorá-las.

Estude e mantenha-se atualizado em sua área de atuação. Faça cursos de especialização, conclua MBAs, participe de palestras. Tudo que contribuir para o seu desenvolvimento será bem-vindo e você acrescentará mais um item ao seu currículo.

Diante disso, vale ressaltar que, apesar das interferências externas ocorrerem de forma natural, você é o principal responsável pela sua carreira profissional, é de suma importância que você possua um referencial próprio na escolha de sua carreira, pois a ausência de um projeto pessoal pode levar à incertezas, perda de oportunidades e instabilidades no decorrer da vida.

Ótima semana!!!

Marcia Sehn – Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching e Pós-Graduada em Liderança Estratégica de Negócios e Pessoas