RSS Turismo Imigrante

XIII Paixão de Cristo atrai milhares de visitantes e impulsiona o turismo regional

Alex Possamai interpreta Jesus Cristo (Foto: Cris Thomé)

Em torno de 10 mil pessoas são esperadas em Imigrante neste final de semana. O município realiza, nos dias 23 e 24 de março, a 13ª edição da Paixão de Cristo, no Convento Franciscano São Boaventura.

Neste ano, o Grupo de Danças Sonnenlicht categoria Casados realizará o tradicional encontro de danças folclóricas alemãs, onde 23 grupos de todo o sul do país se apresentarão, no sábado, a partir das 10h, na Sede do ECAS, na rua Fernando Ferreira, nº 61, centro.

Além disso, artesãs e agroindústrias locais estarão expondo e comercializando seus produtos. A ervateira Valério estará fornecendo erva e água quente aos que desejarem tomar chimarrão, basta levar cuia, bomba e térmica. E no sábado, durante todo o dia, os Amigos Anjos de Quatro Patas de Imigrante estará realizando o Brique de roupas e acessórios, na avenida Doutor Ito João Snel, nº 760. O valor arrecadado será revertido aos animais em situação de vulnerabilidade.

O evento contará, ainda, com praça de alimentação para comercialização de bebidas e lanches.

Atrativos turísticos
Conforme o prefeito, Celso Kaplan, a grandeza da Paixão de Cristo é uma resposta do investimento que o município faz nas mais diversas áreas da cultura. A cada ano ela também reforça o engajamento da comunidade imigrantense, que desperta o turismo religioso e de outros segmentos em todo o Vale do Taquari. “Ela beneficia a cidade e o Vale como um todo, trazendo para a região turistas de todo o Estado, inclusive já tivemos a presença de excursões de fora dele. Ou seja, movimenta o turismo no geral, hotéis, restaurantes, outros pontos turísticos acabam sendo visitados por essas pessoas que vêm prestigiar a Paixão de Cristo.

Exemplo disso, é o Baviera Park Hotel, localizado em Teutônia, que todos os anos recebe hóspedes de todo o Estado, em especial da Região Metropolitana, e que já prestigiaram o evento em edições passadas. Conforme a gerente geral, Marcele Feldkircher, “é muito importante que atrações como esta sejam realizada no Vale do Taquari, pois é uma forma de atrair turistas e fomentar o turismo local”, relata.

Desde 2006 o Convento Franciscano São Boaventura é cenário para a encenação da Paixão de Cristo, atividade que faz parte do calendário de eventos do Rio Grande do Sul.

Segundo Pablo Capalonga, que neste ano assumiu a direção geral do espetáculo, é um momento de fomento cultural e econômico. “Cultural, porque um município de três habitantes recebe uma plateia de cinco mil pessoas por noite. Isso não é pouca coisa. Para termos uma ideia, os dormitórios do Convento já estão reservados há bastante tempo. Através disso, a cidade se transforma num polo de formação de plateia, de ideias e realiza um movimento cultural muito grande. Se pensa em fazer cultura e se faz de maneira organizada e sólida”, destaca. Ele ainda acrescenta que haverá uma agitação muito grande em torno dos restaurantes, bares, lanchonetes, padrarias, lojas e pontos turísticos de Imigrante, que devem receber os turistas.

De acordo com o Frei Guilherme Ximenes Castelo Branco, o evento é muito importante de forma artística, religiosa e econômica. “O evento é muito significativo, pois antecede a Semana Santa e propõe fé e reflexão ao público que prestigia. Ainda estamos recebendo o contato de pessoas interessadas em se hospedar aqui, mas infelizmente não temos mais como acolhe-las”, lamenta.

Além do Convento, que é um dos atrativos turísticos de Imigrante, os visitantes poderão aproveitar a oportunidade para visitar o maior cactário da América Latina, o Cactário Horst; a Bella Cantina, tradicional produtora vinícola, a Cascata das Orquídeas, com exposição e comercialização de flores, bem como um belíssimo passeio em meio a natureza, e o Recanto dos Imigrantes, que conta com café colonial.

Saiba mais sobre o evento
Na sexta-feira, a recepção será feita pela Orquestra Jovem de Imigrante e no sábado, pela Orquestra Municipal de Imigrante, ambas a partir das 19 horas. Já o início da encenação está previsto para às 20 horas. A entrada é gratuita.
O espetáculo, que terá duração de 1h40min, é composto por 70 atores da comunidade local, quatro cantores e uma equipe técnica que comandará muitos efeitos especiais. Conforme Capalonga, o evento é um momento de arte, reflexão e fé, que promete evangelizar e emocionar as pessoas.

De acordo com ele, além dos momentos tradicionais que toda Paixão de Cristo apresenta, nesta edição haverá alguns diferenciais, tanto na dramaturgia, quanto na encenação. “Um exemplo será o soldado Cássio, que é um personagem fictício, que colabora para deixar a figura de Jesus ainda mais importante e evangelizadora, pois ele não é seguidor de Jesus, mas espia os passos, se sente mexido com as atitudes e comenta com a plateia as suas opiniões pessoais. Além disso, também terá destaque uma grande cena de Maria Madalena, para que as pessoas vejam o lado humano da mulher, e uma cena da Sagrada Família, para reforçar a importância dos laços familiares”.

A dedicação de todas as pessoas que estão envolvidas desde o início do ano, foi fundamental para o sucesso dos ensaios. “A montagem do espetáculo começou no dia 03 de janeiro e exatamente um mês depois gravamos o áudio. A gravação acontece para que possamos proporcionar qualidade de som a todo público presente. Logo depois começamos a ensaiar com o espetáculo gravado. Durante todo o mês de março houve o processo de criação e ficamos ensaiando 30 dias praticamente ininterruptos, de segunda a segunda, com raras exceções em algum final de semana”, explica o diretor.

O local terá arquibancadas, mas para o público que deseja sentar mais próximo do cenário, é recomendado levar cadeiras. Banheiros químicos femininos, masculinos e para pessoas com deficiência estarão distribuídos em dois pontos da avenida, próximo das arquibancadas, assim como lavatório para higienização das mãos.

Para auxiliar na orientação, principalmente dos motoristas, estudantes estarão distribuídos em diversos pontos do bairro para informar locais de estacionamento e para esclarecer dúvidas. A empresa Gota Limpa cederá o estacionamento para ônibus e vans.

O evento conta com seguranças e o apoio da Brigada Militar de Imigrante, além da Polícia Rodoviária Estadual de Teutônia. A equipe da Secretaria Municipal da Saúde e Assistência Social estará no local com ambulância, juntamente com os bombeiros voluntários da IMICOL, que estarão disponíveis para auxiliar em qualquer emergência.

Texto: Ascom Amturvales