Economia Serviços Coronavírus Lajeado

Assistência Social de Lajeado presta auxílio para beneficiários do Auxílio Emergencial do Governo Federal

Tamara Priebe da Silva e Fátima Luciane Machado – CRAS

A Secretaria do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sthas) de Lajeado está auxiliando as pessoas mais vulneráveis economicamente durante a pandemia causada pelo coronavírus. Através dos profissionais da Sthas, CRAS e CREAS, as informações e auxílios para baixar o aplicativo do Auxílio Emergencial do governo federal, preencher os campos do cadastro, entre outras dúvidas que os mais necessitados economicamente possuem neste período conturbado que vive o país constituem um verdadeiro alento àqueles que mais precisam de ajuda neste momento.

Conforme a titular da Sthas, Céci Gerlach, a secretaria e seus órgãos são equipamentos de acolhida, escuta sensível, orientação, concessão de benefícios e encaminhamentos aos serviços de outras políticas públicas não administradas pela Sthas.
Nesta quarta-feira (08/04), no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do bairro Centro, quem recebeu auxílio para realizar seu cadastro no aplicativo do Auxílio Emergencial foi Tamara Priebe da Silva. Mãe solteira de um menino de dez anos, desempregada e beneficiária do Bolsa Família, Tamara elogiou o atendimento recebido no CRAS pela coordenadora do órgão, Fátima Luciane Machado. “Maravilhoso. Excelente o atendimento que recebi aqui”, destacou ela, ao explicar que procurou ajuda para preencher os campos que compõe o cadastro do referido aplicativo. “Pelo que divulgam eu teria direito a mil e duzentos reais por ser mãe chefe de família”, disse ela, após receber a mensagem, no aplicativo, de que em breve saberia se receberia o auxílio. A  mensagem dada pelo governo federal foi: acesse novamente amanhã.
Saiba mais
Uma ação conjunta que envolve a CAIXA e o Governo Federal vai facilitar o pagamento do Auxílio Emergencial. Para evitar o comparecimento presencial, a CAIXA disponibilizou um aplicativo para que todas as pessoas que se enquadrem nos requisitos do benefício previstos na legislação e não estejam inscritas no Cadastro Único do Governo Federal possam se cadastrar e se habilitar para recebimento do recurso.
Os profissionais autônomos, contribuintes individuais e os microempreendedores individuais (MEI) que não estejam no Cadastro Único, deverão realizar o cadastramento por meio do site auxilio.caixa.gov.br ou pelo aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial.
Para quem já está inscrito no Cadastro Único ou recebe o Bolsa Família, a avaliação se você tem direito será automática, não havendo necessidade de se cadastrar no site ou aplicativo.
O Auxílio Emergencial poderá ser concedido para até duas pessoas da mesma família que atendam aos requisitos.
Para mais informações, acesse https://auxilio.caixa.gov.br
Texto e foto: Rafael Scheeren Grün
Assessoria de Imprensa de Lajeado