Mundo Variedades tempo

Dezembro terá eclipse solar e outros fenômenos astronômicos

Um eclipse solar acontece quando a Lua se coloca exatamente entre o Sol e a Terra

Um eclipse solar será atração no céu no dia 14 de dezembro. O fenômeno total ocorrerá às 11h33 (horário de Brasília) com fim às 14h53min. O eclipse ocorre quando a Lua se coloca exatamente entre o Sol e a Terra, formando um cone de sombra que incide em algum local do planeta. De acordo com a movimentação da terra, a faixa de sombra se desloca do oeste para o leste.

O fenômeno poderá ser visto melhor da parte Sul do país, sendo que no Rio Grande do Sul, de acordo com a CNN Brasil, 60% do disco solar poderá ser visto coberto pela Lua. Em São Paulo pouco menos de 50% e o Rio de Janeiro cerca de 40%. As regiões Norte e Nordeste não poderão ver o eclipse. O eclipse total só ocorrerá em uma pequena faixa que corta o sul do Chile e o sul da Argentina.

Anualmente, acontecem entre dois e sete eclipses solares e/ou lunares na Terra. Em dezembro de 2019, um outro eclipse parcial também foi visto no Brasil.

Chuva de meteoros

Além do eclipse, ainda poderão ser vistos em dezembro, a chuva de meteoros Geminídeos na madrugada entre os dias 13 e 14 em direção à constelação de Gêmeos, a partir das 22h, e estará no alto do céu às 2h.

A chuva já ocorre desde o dia 4 de dezembro e deve se repetir todas as noites até a madrugada do dia 17 para 18.

Outro fenômeno, conhecido como “grande conjunção” está programado para o dia 21. O evento ocorre porque dois corpos celestes parecem estar juntos quando visto do céu. Esse fenômeno acontece uma vez a cada 400 anos aproximadamente. O último foi registrado em 1623.

FONTE: A HORA