Páscoa Alimentação Coronavírus Vale do Taquari

Emater/RS-Ascar divulga previsão de comercialização de pescados para a Semana Santa

A Emater/RS-Ascar concluiu nesta semana o levantamento da expectativa de comercialização de pescados nos vales do Caí e Taquari durante a Semana Santa. A previsão é de que sejam vendidas 343 toneladas de carpas e tilápias nos dias que antecedem à Páscoa, um número bastante menor se comparado com o do ano passado, quando mais de 520 toneladas de pescados foram ofertadas. Nos 55 municípios que preveem atividades, serão mais de 250 feiras realizadas em locais públicos, nas propriedades ou em sistema de pesque e pague, que representarão um volume de vendas próximo de R$ 3,4 milhões.

O extensionista e zootecnista da Emater/RS-Ascar, João Sampaio, salienta que a crise provocada pelo coronavírus obrigará os piscicultores a trabalhar em consonância com as determinações dos órgãos oficiais, que regem as políticas de proteção contra os efeitos da Covid-19, realizando assim de forma segura as feiras que marcam a data. Ele exemplifica, citando as 27 atividades que estão previstas para locais públicos. “Estas deverão seguir as normas voltadas a estabelecimentos que comercializam itens de alimentação, o que evitará a exposição e os riscos”, salienta.

Sampaio observa que, mesmo para os 170 eventos previstos para ocorrer nas propriedades, a Emater/RS-Ascar reforça aquilo que determinam os órgãos oficiais. “Neste caso, a preferência é dada para a venda fracionada na taipa, por encomenda ou com baixo envolvimento de pessoas ao dia”, enfatiza. Outra ideia é a da retirada de poucos peixes a cada dia, sem secar os açudes, mantendo a produção em função da estiagem. “Sabemos que os piscicultores necessitam vender, mas devemos estar atentos a estas questões”, completa o também extensionista Henrique Bartels.

A ocorrência ou não das feiras também estará alinhada àquilo que determina a Prefeitura dos municípios envolvidos, com o apoio da Inspetoria Veterinária, que realizará atendimento virtual, emitindo Guia de Transporte Animal (GTA) por meio do talão de produtor. A Emater/RS-Ascar, que atua em parceria com a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), salienta que os números da projeção poderão ser alterados até a conclusão das atividades. No que diz respeito à Covid-19, a Emater/RS-Ascar orienta os produtores para que:

  1. Atendam os consumidores individualmente;
  2. Busquem a distância mínima de dois metros entre as pessoas;
  3. Solicitem aos consumidores que evitem aglomerações;
  4. Realizem as feiras em locais abertos e ventilados;
  5. Mantenham contato com a Secretaria de Saúde do município, buscando contribuir nas orientações aos consumidores sobre cuidados em relação ao coronavírus;
  6. Usem luvas e até máscara, realizando a sua desinfecção com água e sabão ou álcool gel a cada cliente atendido;
  7. Disponibilizem álcool gel para todos os participantes

 

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar – Regional de Lajeado

Jornalista Tiago Bald

Add Comment

Clique aqui para deixar um comentário

Por favor, preencha o campo *