Destaques Estrela

Estrela implanta coral infantojuvenil

Projeto que terá aulas gratuitas pretende incentivar modalidade que vem perdendo força nos últimos anos, principalmente no interior

A Secretaria Especial de Cultura, Esportes e Lazer (Secel) e o Núcleo Cultural de Estrela estão trazendo uma novidade: a implantação do coral infantojuvenil. Trata-se de um projeto que objetiva formar novos cantores, incentivando a prática do canto coral desde jovem. “Percebemos hoje um movimento de redução e até de extinção de grupos de canto coral, principalmente no interior. Precisamos reverter este movimento e valorizar esta expressão cultural tão importante na nossa história”, afirma a secretária Carine Schwingel. “E incentivar nos jovens este aprendizado poderá garantir a formatação de grandes coralistas”, completa.

O presidente da Liga de Corais, Charles João Gregory, que também será o responsável por reger este novo grupo, reforça a importância e a necessidade de valorização deste trabalho, já iniciado a partir do convênio assinado, em março deste ano, entre o Núcleo Cultural e prefeitura por meio do qual será possível fazer o pagamento dos regentes dos corais ligados à Liga. “Era uma das maiores dificuldades que tínhamos enquanto grupos de corais. Conseguir este recurso para pagar os regentes era sempre um movimento difícil. Agora, com o convênio, teremos este apoio garantido.”

Este mesmo convênio permite a implantação do coral infantojuvenil, para o qual Gregory convida os jovens a se inscrever. O projeto, cita o presidente, objetiva possibilitar a prática despertando o interesse em crianças, jovens e adultos, oferecendo aprendizado musical e a convivência com ensaios semanais e apresentações. “Agora estamos abrindo as inscrições, sendo que as atividades serão iniciadas assim que o mapa do distanciamento controlado permitir.” As aulas serão gratuitas.

Os interessados devem se cadastrar junto ao Núcleo Cultural ou Secel, por meio do telefone 3981-1122 ou pelo WhatsApp direto do professor (98062-5332). Podem participar meninos e meninas de diferentes faixas etárias, com foco em estudantes do 6º ao 9º ano.

 

Ascom Estrela