Emprego Negócios Estrela

Estrela supera a marca de 700 vagas de emprego criadas em um ano

Prefeito Elmar Schneider realizou inúmeras visitas a empresários e comerciantes ao longo do ano a fim de compreender demandas
foto: arquivo/Governo de Estrela

Levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostra real crescimento de 7,28% no município nos últimos 12 meses, ainda maior se em comparação a 2020, que fechou o ano com saldo negativo

O prefeito de Estrela, Elmar Schneider, comemorou o saldo de vagas de emprego criado no município após o relatório do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta segunda-feira (31), pelo Ministério do Trabalho. Estrela fechou 2021 com saldo positivo de 699 vagas e crescimento de 7,28%, indo no caminho inverso ao de muitos municípios do Vale do Taquari. Considerando que em 2020 o balanço fechou negativo, de 65 vagas, o saldo do ano se torna ainda maior: 764 vagas em 12 meses, com crescimento em todos os setores.

O resultado do balanço é a diferença entre as 5.443 admissões e os 4.744 desligamentos registrados ao longo do ano. O setor que mais empregou no município foi o de serviços, que fechou o ano com um saldo positivo de 333 empregos gerados e variação relativa de 9,45%. Na sequência aparece o setor da indústria (211; 6,41%); comércio (118; 5,27%); construção (45; 9,16%); e agropecuária (2; 1,21%). O aumento relativo em relação a 2020 foi ainda maior. Exemplo é da indústria, com 9,16% no ano, após uma queda de mais de 16% em 2020. “Desde que assumimos em 2021 não perdemos tempo e trabalhamos no incentivo para nossas empresas e também na atração de novos empreendimentos na Nossa Estrela. E o resultado está aí. Saímos de um saldo negativo de 65 empregos para um saldo positivo de 699 empregos em 2021, ou seja, 764 empregos formais, e é preciso ressaltar isso, já no primeiro ano da nossa gestão”, destaca o prefeito. “Nossa Estrela tem pressa de se desenvolver e vamos seguir avançando na geração de emprego para gerar cada vez mais renda para nossa gente”, conclui.

De acordo com o coordenador do Departamento do Trabalho da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Inovação e Sustentabilidade (Sedis), Guilherme Schneider, o aumento em ralação a 2021 se deve muito ao atrativo de novos empreendimentos e procura de empresários para com seus negócios no município. “Basta vermos que em 2020 a área da construção civil fechou em queda superior a 16%, e em 2021 teve aumento de 9%, o que dá um crescimento real relativo deste período de mais de 25%. Da mesma forma ocorreu com a indústria, em crescimento relativo entre os dois balanços superior a 9%”, explica. “Isso mostra que os caminhos tomados pelo município, na área do desenvolvimento econômico, político e social, que também são fundamentais, tem sido assertivos e coesos na visão de quem busca investir, manter ou ampliar os suas operações e negócios”, atesta. Ele salienta ainda que tais vagas criadas são formais, o que garantem todos os direitos aos trabalhadores. “Não podemos esquecer que há uma grande procura por parte de empreendedores, comerciantes e até mesmo produtores rurais em nosso departamento por essa mão de obra. Ou seja, as operações existem, poderiam ser ainda maiores e mais vagas serem criadas, mas muitas vezes falta mão de obra qualificada.”

 

Texto: Rodrigo Angeli

Prefeitura de Estrela

Add Comment

Clique aqui para deixar um comentário

Por favor, preencha o campo *