Economia Política Lajeado

Executivo de Lajeado presta contas do orçamento de 2020 e apresenta investimentos para 2021 com superavit

A administração municipal apresentou na manhã desta quinta-feira, 28/01, o fechamento do orçamento de 2020, com dados sobre as receitas e despesas do ano, e também onde serão feitos os principais investimentos no ano de 2021 com o superavit financeiro. Com as contas públicas em equilíbrio, apesar das dificuldades decorrentes da pandemia no ano passado, a Prefeitura conseguiu manter a sua capacidade de investimento e, assim, garantir recursos para ações relevantes neste ano. O superavit, de R$ 48 milhões, será investido em áreas essenciais (veja quadro abaixo), além de ser utilizado para dar suporte à queda de arrecadação prevista para esse ano.
– Sempre apostamos na austeridade como um princípio de administração pública. Graças a este cuidado, conseguimos manter os serviços essenciais funcionando mesmo durante a pandemia e tínhamos recurso para aportar no combate à Covid-19 ao longo do ano. Apostamos sempre no cuidado com o recurso dos pagadores de impostos para que estes valores tenham o melhor destino, que é oferecer serviços de qualidade e as obras necessárias para fazer da nossa cidade um lugar cada vez melhor. O resultado de 2020 é apenas o reflexo do que fazemos desde 2017 e que tornou possível a retomada da nossa capacidade de investimento – disse o prefeito Marcelo Caumo.
A apresentação à imprensa foi acompanhada pela vice-prefeita, Gláucia Schumacher, e pelo Secretário Municipal da Fazenda, Guilherme Cé, que relatou os principais números do ano de 2020. Com uma redução na receita de impostos do município, foi preciso ajustar as despesas ao longo do ano. Os aportes extras de recursos do governo federal, que totalizaram R$ 30,9 milhões, contribuíram para que a queda não fosse tão acentuada, mas não cobriram todas as despesas feitas com a Covid-19 em 2020, que chegaram a R$ 34,5 milhões.
No encontro, também foram apresentados os investimentos feitos na área da saúde, com foco no combate à pandemia. A Secretaria Municipal da Saúde, que é historicamente a que tem maior fatia do orçamento municipal, chegou a 38% do orçamento em 2020, o valor mais alto desde pelo menos 2016. Em relação a 2019, as despesas da área cresceram 24,8%, alcançando a cifra de R$ 132,6 milhões. Todas as despesas podem ser conferidas em detalhes no site da Prefeitura neste link, no item “Prestação de contas do município relacionada a coronavírus”.

Para ver a íntegra da apresentação, clique aqui.
Por que Lajeado conseguiu manter as contas em dia:
 
a) Reformas estruturais feitas antes da crise, desde 2017, com redução de secretarias de 14 para 11, redução em cerca de 30% nos cargos comissionados, revisão de contratos e outras;
b) Ações de contingenciamento durante o ano de 2020, garantindo a manutenção dos serviços essenciais e reduzindo o que era possível;
c) Recursos extraordinários recebidos para o enfrentamento da pandemia.
Qual será o destino do superávit de R$ 48 milhões:
 
– R$ 10 milhões para obras de infraestrutura, como o recapeamento completo da Av. Sete de Setembro e obras de mobilidade urbana;

– R$ 5 milhões para ações na saúde, como mutirão de exames e cirurgias eletivas;

– R$ 5 milhões para investimentos em estrutura e ampliação de escolas;
– R$ 3 milhões reservados caso seja necessário o aporte de recursos para vacinação;
– R$ 25 milhões para contingência no caso de queda de receitas no ano e cobertura de despesas essenciais.

Importante ressaltar que estes valores serão somados ao orçamento já previsto para cada área.
Foto: Giovani Marasca/Prefeitura de Lajeado
Assessoria de Imprensa de Lajeado

Add Comment

Clique aqui para deixar um comentário

Por favor, preencha o campo *