Governo Destaques Estrela

Governo de Estrela e Apae firmam parceria inédita na educação

Atendimentos especializados buscarão identificar dificuldades fonoaudiólogas, neuro e psicológicas de crianças e alunos objetivando um melhor aprendizado

O Governo de Estrela, através da Secretaria Municipal de Educação (Smed), firmou nova e inédita parceria. Agora com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Estrela, com o objetivo de ampliar os atendimentos clínicos para aqueles estudantes que apresentam dificuldades de aprendizagem. Um encontro na sede da Prefeitura selou a união de forças que visa aprimorar ainda mais a qualidade da educação do município. Serão disponibilizados em torno de 200 atendimentos mensais aos alunos da Rede Municipal de Ensino, que incluirão avaliações neurológicas, atendimentos psicológicos e fonoaudiológicos. A Smed também oferecerá os serviços de um psicólogo e um assistente social para atuarem diretamente nas escolas, cumprindo as escalas de trabalho das mesmas.

O presidente da Apae, José Jair Wermann, destacou a importância do momento. “Trata-se de uma parceria que já vem de longa data e que se solidifica cada vez mais com novos acertos e avanços como este. Um grande projeto está nascendo e irá trazer excelentes resultados naquilo que é a nossa prioridade, tanto da Apae como da Prefeitura, que é atender bem à população”, resumiu. Para a diretora Rose Tolio, com mais de 30 anos de casa, trata-se de algo que há muito tempo era buscado. “Uma parceria necessária, importante, há muito tempo desejada e buscada por ser íntegra visto a seriedade das instituições envolvidas”, afirmou.

O prefeito Elmar Schneider foi outro a comemorar o acerto. “Nós do Governo só temos a agradecer a pessoas como vocês que fazem uma doação pessoal e de imensa importância para atender a nossa população. Não podemos deixar de contribuir e sermos parceiros nessa caminhada”, frisou. O vice-prefeito João Carlos Schäfer, ex-presidente da Apae, foi outro a comemorar. “Um grande passo para ambas as partes pois vão envolver, tanto por parte da educação como da Apae, dois times fantásticos que irão proporcionar grandes resultados”, afirmou.

Como vai funcionar

Para a titular da Smed, Elisângela Mendes, trata-se de algo a comemorar pelos significativos avanços. “Nunca houve uma parceria nesse sentido, que nos oferecerá alguns essenciais serviços como as avaliações neurológicas, que precisamos para diagnosticar precocemente as necessidades da criança e obter um laudo para definirmos como vamos trabalhar com ela na prática”, destaca. “Trata-se de algo novo no município, que vai trazer qualidade para o aprendizado de crianças. Já temos salas de recursos e laboratórios de aprendizado nas escolas e os profissionais visualizam as primeiras dificuldades. Agora poderemos encaminhar estes casos para a Apae para ter um atendimento especialista e um diagnóstico com laudo mais completo”, explica. “Assim, para que depois na escola possamos atender a criança de forma mais adequada com a sua necessidade. E o mesmo ocorre com os atendimentos psicológicos, que antes não eram suficientes, agora contarão com uma qualificada triagem da Apae para melhor identificação de suas necessidades especiais e os serviços.”